Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

SENATED

SENATED
Senated - Seminário Nacional de Tecnologias na Educação - 100% ONLINE E GRATUITO de 22 a 28 de Outubro de 2017

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

2012 FOI UM DOS DEZ ANOS MAIS QUENTES DESDE 1880, SEGUNDO A NASA

O ano de 2012 foi um dos dez mais quentes desde 1880, seguindo a continuada subida de temperaturas globais, segundo uma revisão anual das temperaturas médias da Terra feita pelo Instituto Goddard de Estudos Espaciais, da NASA e da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA). O ano de 1998 foi considerado o nono mais quente em 132 anos.
O instituto, sediado em Nova Iorque, comparou a média da temperatura global desde meados do século XX. A comparação mostra que a Terra continua a sofrer temperaturas mais quentes do que há várias décadas. No entanto, há uma discrepância face à NOAA, já que a NASA apontou 2012 como o nono mais quente desde o início dos registros, em 1880, enquanto a NOAA avaliou-o com o décimo mais quente.
2012 foi o 36º ano consecutivo com temperaturas superiores à média
A temperatura da superfície global em 2012, incluindo terra e água, foi 0,56 graus centígrados superior à média registrada entre 1951 e 1980 – o que foi suficiente para causar um aumento nas máximas extremas.
O ano passado foi também o 36º ano consecutivo com temperaturas superiores à média do século XX na Terra, segundo os investigadores da NASA e da NOAA.
“Mais um ano em números, em si, não significa muito”, referiu o climatologista Gavin Schmidt, do Instituto Goddard, segundo se lê na página da NASA. Tendo em conta que o termómetro global tem estado mais ou menos estabilizado nos últimos dez anos, mas e “esta década é mais quente do que a anterior, e aquela foi mais quente do que a precedente. O planeta está a aquecer porque estamos a enviar quantidades crescentes de dióxido carbono (CO2) para a atmosfera”, continuou.
A NOAA sublinha no seu relatório que muitas regiões do mundo ficaram mais quentes do que a média em 2012, o que inclui a maior parte das Américas, da Europa, da África e da Ásia.
O estudo das duas agências pode ser visto aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário