Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

CONATEDU

CONATEDU
CONATEdu 3.0 - Congresso Nacional de Tecnologias na Educação

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Eu acredito nisto !

O bem é invencível, mas paradoxalmente não opera através da imposição, sua graça só pode ser evocada através do livre arbítrio.

Na margem contrária, o mal impõe e opera através do medo, da cobiça, da ira e da tentativa de colocar os humanos uns contra os outros.

Isso não é nada difícil, porque com os humanos partindo do princípio que eles e elas são o fundamento de suas próprias vidas acabam atribuindo a si o que não procede de suas essências, são apenas estações repetidoras e multiplicadoras da graça divina.

Com cada humano se achando o centro crítico do Universo, o mal não tem dificuldade alguma de impor, separar, infundir medo e cobiça, já que as pessoas olham às outras com desconfiança em vez de amor.

Apesar de tudo, o bem é invencível

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Pedaços



Um pedaço de mim reclama tempo
para viver, outro assume a responsabilidade
e quer apenas trabalhar.

Um pedaço de mim quer viver um grande
amor, e entrega-se sem medidas, o outro tem
medo, já sofreu decepções e por ele,
nunca mais me apaixonaria.

Um pedaço de mim é brincalhão e vive
rindo, outro é triste, tem momentos de puro
isolamento,

Um pedaço de mim quer vencer, é
pura euforia, Outro quer apenas viver, deixar a
vida me levar…

Um pedaço de mim sofre com a dor
dos outros, outro quer que eu cuide apenas das
minhas dores, que não são poucas, já que vivo
em conflito…

Entre o que eu sou e o que eu gostaria
de ser, entre o que tenho e aquilo que gostaria de ter,
existe um pedaço de mim que sente-se satisfeito,
o outro grita por novidades,
por consumo, por gente, por beijos
e amores inconstantes.

Nesse turbilhão, acordo todos os dias,
tentando unir esses dois lados que coexistem em
mim, e que por mais diferentes que sejam,
ainda assim, só querem mesmo,
o melhor para mim.

Hoje eu junto o ser e o querer,
o que fui e o que desejo ser, para cumprimentar
a vida, abraçar meus sonhos e pedir passagem
simplesmente para ser feliz.
Autor: Paulo Roberto Gaefke

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Ordem do Nascimento dos Filhos e Seus Principais Acontecimentos

Aprendi que: O 1º filho é de vidro... Já o 2º é de borracha e o 3º é de ferro !!!! Duvidam ?!?!?!?!? Então vejam se não é assim mesmo:

A ORDEM DE NASCIMENTO DAS CRIANÇAS:

1º - Irmão mais velho têm um álbum de fotografia completo, um relato minucioso do dia que vieram ao mundo, fios de cabelo e dentes de leite guardados.
2º - O segundo mal consegue achar fotos do primeiro aniversário.
3º - Os terceiros, não fazem idéia das circunstâncias em que chegaram à família

O que vestir
1º bebê - Você começa a usar roupas de grávidas assim que o exame dá positivo.
2º bebê - Você usa as roupas normais o máximo que puder.
3º bebê - As roupas para grávidas são suas roupas normais, pq vc já deixou de ter um corpinho de sereia e passou a ter um de baleia.

Preparação para o nascimento
1º bebê - Você faz exercícios de respiração religiosamente.
2º bebê - Você não se preocupa com os exercícios de respiração, afinal lembra que, na última vez, eles não funcionaram.
3º bebê - Você pede para tomar a peridural no 8º mês pq se lembra que parir dói demais.

O guarda-roupas
1º bebê - Você lava as roupas que ganha para o bebê, arruma de acordo com as cores e dobra delicadamente dentro da gaveta.
2º bebê - Você vê se as roupas estão limpas e só descarta aquelas com manchas escuras.
3º bebê - Meninos podem usar rosa, né? Afinal o seu marido é liberal e tem certeza que o filho vai ser macho igual ao pai! (será que vai mesmo?)

Preocupações
1º bebê - Ao menor resmungo do bebê, você corre para pegá-lo no colo.
2º bebê - Você pega o bebê no colo quando seus gritos ameaçam acordar o irmão mais velho..
3º bebê - Você ensina o mais velho a dar corda no móbile do berço ou manda o marido ir até o quarto das criança.

A chupeta
1º bebê - Se a chupeta cair no chão, você guarda até que possa chegar em casa e fervê-la..
2º bebê - Se a chupeta cair no chão, você a lava com o suco do bebê.
3º bebê - Se a chupeta cair no chão, você passa na sua camiseta, dá uma lambida, passa na sua camisa desta vez para dar uma secadinha pra não pegar sapinho no nenê, e dá novamente ao bebê, pq o que não mata, fortalece (vitamina B, de Bicho, off course!)

Troca de fraldas
1º bebê - Você troca as fraldas a cada hora, mesmo se elas estiverem limpas.
2º bebê - Você troca as fraldas a cada duas ou três horas, se necessário.
3º bebê - Você tenta trocar a fralda somente quando as outras crianças começam a reclamar do mau cheiro.

Banho
1º bebê - A água é filtrada e fervida e sua temperatura medida por termômetro.
2º bebê - A água é da torneira e a temperatura é fresquinha.
3º bebê - É enfiado diretamente embaixo do chuveiro na temperatura que vier, pq vc, seu marido e seus pais foram criados assim, e ninguém morreu de frio.

Atividades
1º bebê - Você leva seu filho para as aulas de musica para bebês, teatro, contação de história, natação, judô, etc...
2º bebê - Você leva seu filho para a escola e olhe lá..
3º bebê - Você leva seu filho para o supermercado, padaria, manicure, e o seu marido que se vire para levá-lo à escola e ao campo de futebol...

Saídas
1º bebê - A primeira vez que sai sem o seu filho, liga cinco vezes para casa da sua mãe (sua sogra não pode ficar com a criança pq na sua cabeça, ela nunca foi mãe), para saber se ele está bem.
2º bebê - Quando você está abrindo a porta para sair, lembra de deixar o número de telefone pra empregada.
3º bebê - Você manda a empregada ligar só se ver sangue.

Em casa
1º bebê - Você passa boa parte do dia só olhando para o bebê.
2º bebê - Você passa um tempo olhando as crianças só para ter certeza que o mais velho não está apertando, mordendo, beliscando, batendo ou brincando de supermam com o bebê, amarrando uma sacola do carrefour no pescoço dele e jogando ele de cima do beliche.
3º bebê - Você passa todo o tempo se escondendo das crianças.

Engolindo moedas
1º bebê - Quando o primeiro filho engole uma moeda, você corre para o hospital e pede um raio-x.
2º bebê - Quando o segundo filho engole uma moeda, você fica de olho até ela sair.
3º bebê - Quando o terceiro filho engole uma moeda, você desconta da mesada dele.

domingo, 13 de junho de 2010

Partition

entre+dois+mundos 126x180 Download Entre Dois Mundos Dublado 2010
Dados do filme

Titulo Original: Partition

Título Traduzido: Entre Dois Mundos ou Filhos de Deuses Diferentes

Gênero: Drama

Tamanho: 780 Mb

Duração: 116min

Ano de Lançamento: 2007

Qualidade/Formato: Dvdrip / xvid

Audio: portugues e ingles

Idioma: Portugues Dublado e Ingles
Tamanho do Arquivo: 780 Mb

Recomendo este filme para quem gosta de uma boa história, recheada de desencontros, interferencia religiosa e familar entre povos diferentes.


Sinopse: No Filme Entre Dois Mundos Dublado 2007 Download O soldado inglês Gian assume um amor proibido ao apaixonar-se por Naseem, uma mulher criada com cultura e costumes diferentes do seu. Em nome deste amor, Gian deverá enfrentar a ira de todos em uma terra dividida pelo ódio questionando seu passado, sua lealdade e sua honra, num filme tocante sobre pessoas à procura da felicidade. Baixar Entre Dois Mundos Dublado 2007 legendado e dubloado no megaupload download .

Baixar Entre Dois Mundos Dublado 2007 RMVB

Link



























sexta-feira, 11 de junho de 2010

Pacote com 500 Livros

500 Livros


Dados do Ebook
Nome do livro: Pacote com 500 Livros
Nome do Autor: VA
Gênero: Cultura
Ano de Lançamento: VA
Editora: VA
Ebooks
Sinopse
- Hardware Total completo (43 capítulos)
- Harry Potter:
- Baixando Animais Fantásticos e onde Habitam (Joanne Kathleen Rowling)
- O Quadribol através dos séculos (Joanne Kathleen Rowling)
- Harry Potter e a Pedra Filosofal
- Harry Potter e a Câmara Secreta
- Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
- Harry Potter e a Ordem da Fênix
-Harry Potter e o Cálice de Fogo
Senhor dos Anéis
- As Aventuras de Tom Bombadil (J.R.R Tolkien)
- Mestre Gil de Ham (J.R.R. Tolkien)
- O Silmarillion (J.R.R. Tolkien)
- Rovenrandom (J.R.R. Tolkien )
- Idiomas TengWar (J.R.R. Tolkien)
- Quenya (J.R.R Tolkien)
- O Senhor dos Anéis, A Sociedade do Anel (J.R.R Tolkien)
- Senhor dos Anéis, O Retorno do Rei (J.R.R Tolkien)
- O Hobbit (J.R.R Tolkien)
- O Senhor dos Anéis, As Duas Torres (J.R.R Tolkien)
- Contos Inacabados (J.R.R Tolkien)
- Sexualidade
- 177 MANEIRAS DE ENLOUQUECER UMA MULHER NA CAMA
- 203 MANEIRAS DE ENLOUQUECER UM HOMEM NA CAMA
- A Casa dos Budas Ditosos - João Ubaldo Ribeiro
- Kamasutra
- Bíblia da Sedução
- Apostila: Aumente seu Pênis
William Shakespeare:
- A Comédia dos Erros
- A Tempestade
- Antônio e Cleópatra
- Conto de Inverno
- Hamlet
- Henrique IV
- Júlio César
- Medida por Medida
- Muito Barulho por Nada
- Os Dois Cavalheiros de Vereno
- Rei Lear
- Romeu & Julieta
- Tito Andrônico
- Tudo Bem Quando Terminar
- Trabalhos de Amor Perdido
- Sonho de Uma Noite de Verão
- Ricardo III
- Otelo
- O Mercador de Veneza
- Morte e Vida do Rei João
- Macbeth
- Henrique VIII
- Coriolano
- As Alegres Senhoras de Windsor
- A Tragédia do Rei Ricardo II
- A Megera Domada
Gabriel Garcia Márquez:
- Crônica de uma Morte Anunciada_Gabriel_G_Marques
- Doze Contos Peregrinos
- Viver para Contá-la
- DO AMOR E OUTROS DEMÔNIOS
- Ninguém Escreve Coronel
Filosofia:
- Assim Falava Zaratustra_ Friedrich Nietzsche
- Além do Bem e Mal_ Friedrich Nietzsche
- O Anticristo_ Friedrich Nietzsche
- Crepúsculo dos Ídolos_ Friedrich Nietzsche
- Genealogia da Moral_ Friedrich Nietzsche
- A Ordem do Discurso_Michael Foucault
- A Microfisica do Poder_Michael Foucault
- O Mundo de Sofia
- Política
- O Príncipe_Maquiave
- A Revolução dos Bichos_George Orwell
- Regresso ao Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley
- Estação Carandiru_Drauzio Varella
- Elogio da Loucura_Erasmo de Rotterdam
- 1984_George Orwell
- As Veias Abertas da América Latina_Galeno
- Minha Luta_Adolf Hittler
- Clássicos Internacionais:
- A Metamorfose_Kafka
- Alice no País das Maravilhas_Lewis Carroll
- Drácula_Bram Stoker
- Fausto_Goethe
- Noites Brancas_Dostoievski
- Os Lusíadas_Camões
- Admirável Mundo Novo - Aldous Huxley
- Contos Libertinos_Marques de Sades
- Entrevista Com O Vampiro - Anne Rice
- Laranja_Mecanica_-_Anthony_Burgess
- O Retrato de Dorian Gray - OSCAR WILDE
- Uma nação de idiotas_Michael Moore
- A Divina Comédia_Dante Alighiere
- Código Da Vinci (Dan Brown)
- Anjos e Demonios (Dan Brown)
- Decifrando o Código Da Vinci (Simon Cox)
- Quebrando o Código Da Vinci (Darrel L Buck)
- A outra Face - Sidney Sheldon
- As areias do Tempo - Sidney Sheldon
- A Herdeira - Sidney Sheldon
- Lembranças da meia-noite - Sidney Sheldon
- Nada dura para sempre - Sidney Sheldon
- O Preço do Poder - Sidney Sheldon
- Se houver Amanhã - Sidney Sheldon
- A Perseguição - Sidney Sheldon
- A Ira dos Anjos - Sidney Sheldon
- Conte-me seus Sonhos - Sidney Sheldon
- Manhã, Tarde e Noite - Sidney Sheldon
- O Plano Perfeito - Sidney Sheldon
- O Reverso da Medalha - Sidney Sheldon
- O Céu está caindo - Sidney Sheldon
- Um estranho no Espelho - Sidney Sheldon
- A Testemunha Ocular do Crime - Agatha Christie
- O Assassinato de Roger Ackroyd - Agatha Christie
- O Crime no Expresso do Oriente (Agatha Christie)
- O misterioso caso de Styles - Agatha Cristie
- Poirot e os Quatro Relógios - Agatha Christie
- Morte no Nilo - Agatha Christie
- O Estranho Caso da Velha Curiosa - Agatha Christie
- O Crime no Expresso do Oriente (Agatha Christie)
- O misterioso caso de Styles - Agatha Cristie
- Poirot e os Quatro Relógios - Agatha Christie
- À Espera de Um Milagre - Stephen King
- O iluminado - Stephen King
- A hora do Lobisomem - Stephen King
- Primavera Eterna – Stephen King
- A Hora das Bruxas - Volume 1 - Anne Rice
- Entrevista Com O Vampiro - Anne Rice
- Sétimo céu - Anne Rice
- A Hora das Bruxas - Volume 2 - Anne Rice
- Lasher - Anne Rice
- O Diário de Anne Frank
- O Exorcista - Wilham Peter Blatty
- O Hóspede de Drácula - Bram Stoker
- Sobre meninos e lobos - Dennis Lehane
- O Médico e o Monstro - Robert Louis Stevenson
- O Todo Poderoso - Irving Wallace
- O Silêncio dos Inocentes - Thomas Harris
- A Caverna - José Saramago
- O Evangelho segundo Jesus Cristo - José Saramago
- Todos os Nomes - José Saramago
- A Jangada de Pedra - José Saramago
- O Homem Duplicado – José Saramago
- Auto – Ajuda:
- A ARTE DA FELICIDADE_ Dalai Lama
- HOMENS SÃO DE MARTE MULHERES SÃO DE VENUS_John Gray
- A Única Revolução Possível é Dentro de Nós_Gandhi
- As Valkírias (Paulo Coelho)
- Manual do Guerreiro da Luz (Paulo Coelho)
- O Alquimista (Paulo Coelho)
- O Diário de um Mago (Paulo Coelho)
- Veronika Decide Morrer (Paulo Coelho)
- Brida (Paulo Coelho)
- Na Mareg do rio Piedra eu Senti e Chorei (Paulo Coelho)
- O Demônio e a Srta. Prym (Paulo Coelho)
- O Monte Cinco (Paulo Coelho)
- Onze minutos (Paulo Coelho)
- Utilidade Pública:
- Medicina_Alternativa_de_A_a_Z
- O Livro dos Espíritos_Allan Kardec
- Bíblia Sagrada
- D.I.P - Departamento de Impresna e Propaganda
- Várias Letras de MPB
- Nossa Língua Portuguesa - Pasquale Cipro Neto
- Como Elaborar um Currículo
- Constituição Federal do Brasil de 1988
- Todas as Letras Legião Urbana
- Curso de Historia da Arte
Informática:
- Algoritmo
- AutoCAD
- Guia do Hacker Brasileiro
- Java Script para a Web
- Aprendendo ASP
- Delphi - A Biblia – Borland
- html_completo
- Web Designer - Para Iniciantes
- Literatura Nacional:
- Budapeste – Chico Buarque
- O Xangô de Baker Street - Jô Soares
- A Carne - Júlio Ribeiro
- Capitães de Areia - Jorge Amado
- Olga - Fernando Morais
****Contos*****
A Donzela - Verissimo, Luis Fernando
A Escrita do Deus - Borges, Jorge Luis
A Flor de Vidro - Rubiao, Murilo
A Loteria na Babilônia - Borges, Jorge Luis
Bugio Moqueado - Lobato, Monteiro
Casa de hospedes - Joyce, James
Contos de Assis, Machado de
Contos de barreto, Lima
Contos de Dickens, Charles
Contos de Dostoievski
Contos de Fonseca, Rubem
Contos de Hesse, Hermann
Contos de Lispector, Clarice
Contos de Ramos, Graciliano
Contos de Tchekhov
Contos de Telles, Lygia Fagundes
Os Melhores Contos de Poe, Edgar Allan
Um Pássaro em Pânico - Elias Jose
Frei Genebro - Queiroz, Eca de
Negrinha - Lobato, Monteiro
Os Melhores Contos de Poe, Edgar Allan
*****Critica da Ideologia******
A Contracultura - Ontem e Hoje de ARMANDO Ferreira de ALMEIDA Júnior
A TELEVISÃO BRASILEIRA NA PRODUÇÃO DA EXCLUSÃO de Lília Junqueira
A Universidade Operacional de Marilena Chauí
Aspectos sociais da canção de grande circulação, de Paulo Marcondes F Soares
Autenticidade, desejo e mediação Algumas reflexões sobre subjectividade e cidadania no contexto da cultura de massa
Da Ritualização da Sociedade ao Fetiche Consumogônico
Globalização, Dependência e Exclusão Social - O Caso Brasileiro
Informações sobre a Rede Globo e sua enorme influência na sociedade
Jovens e excluídos, porém consumidores, seriam eles cidadãos Rosemere Santos Maia- Professora Assistente da Escola de Serviço Social da UFRJ
O Capitalismo Atual e a Produção da Subjetividade
Quatro teses sobre o neoliberalismo de Euclides André Mance
Questões éticas no mundo globalizado de Euclides André Mance
Sobre o ser humano e sua coisificação
Critica da ideologia - O Capital transforma tudo em mercadoria
******Diversos*****
A Autoridade e o Individuo - Russerl, Bertrand
A Biblia Sagrada
A Carta - Pero Vaz de Caminha
A filosofia e a visao comum do mundo - Porchat, Oswaldo
A morte de Deus e a morte do Homem - Tese de mestrado
A Narrativa Trivial - Trecho do livro O Heroi de Flavio R Kothe
A Ordem do Discurso - Foucault, Michel
A Revolucao dos Bixos - Orwell, George
A Tirania da Comunicacao -Ramonet, Ignacio
Anti-Duhring - Engels
As Opinioes e as Crencas - Le bon, Gustave
Codigo de Hamurabi
Crítica do Nominalismo e do Positivismo trecho do livro Dialética do Esclarecimento de Adorno e Horkheimer
Da incoerência de nossas ações tradução de Sérgio Milliet 2. ed São Paulo Abril Cultural 1980 pp 159-162, Montaigne, Michell de
Deus e o Estado - Bakunin, M
Dos Delitos e Das Penas - Cesare Beccaria
El Control de Nuestras Vidas - Chomsky, Noam
Entre Campesinos - Malatesta, Enrico
Escritos Revolucionários - Malatesta, Enrico
Microfisica do Poder - Michel Foucault
Minha Luta - Hitler, Adolf
Nietzsche-A vida como valor - Alfredo Naffah Neto
O Especialista Instantaneo em Filosofia - Hakinson, Jim
O que e Propaganda Ideologica - Garcia, Nelson Jahr
O que es la Propiedad - Proudhon
O Senso Comum e a Ciencia, Professor Osmando
O Sentido das Palavras-Princípio na Filosofia da Relação de Martin Buber
Os Caminhos do Poder - Chonsck, Noam
Pensamentos - Pascal, Blaise
Sobre a liberdade - Einstein, Albert
Trecho de Analítica da Atualidade - Miranda, Braganca de
Trecho de As duas Faces do Tempo ALMIR DE ANDRADE José Olímpio Editora
Trecho do livro Etica Pratica Capitulo 6 Tirar a vida o embrião e o feto - Singer, Peter
Trecho do livro Psicologia da Evolução Possível ao Homem de Oupensky
Trechos de um Diário Íntimo De Henri-Fréderic Amiel
Uma Utopia Militante-Repensando o Socialismo - Singer, Paul
Verbetes do Diccionario de Bolso do Almanaque Philosophico Zero à Esquerda, de Paulo Arantes
******Filosofia******
A Desobediencia Civil - Thoureau, Henry D
Discurso da Servidao Voluntaria - La Boetie
Critica da Razao Pura - Kant, Emmanuel
Discurso do Metodo - Descartes, Rene
Hegel Textos Dialéticos Selecionados e traduzidos com Introdução e Notas pelo professor DJACIR MENEZES 1969 Zahar Editores RJ
Investigacoes Acerca do Entendimento Humano - Hume, David
Novum Organum - Bacon, Francis
O Que e Filosofia - Prado Jr, Caio
Prefacio do livro Fenomenologia do Espírito - Hegel
Que e Isto-A Filosofia - Heiddeger
Que e Metafisica - Heiddeger
Tratado da Correcao do Intelecto - Spinoza
Do belo tratado de Plotino (em Tratados das Enéadas)
Topicos - Aristoteles
Antologia de textos de Epicuro
Candido - Voltaire
Dicionario de Filosofia - Voltaire
Discurso Preliminar Sobre o Espirito Positivo - Auguste Conte
Discurso sobre a origem da desigualdade entre os homens - Rousseau, J J
Do belo tratado de Plotino (em Tratados das Eneadas)
O Anticristo - Nietzsche, F
O Principe - Maquiavel, Nicolau
Utopia - Morus, Thomas
A Alma - Voltaire
Discurso Sobre a Origem das Desigualdades Entre os Hmens - Rousseau, J J
Discurso sobre as ciencias e as artes - Rousseau, J J
Do contrato social -Rousseau, J J
O Principe - Maquiavel, Nicolau
*****Introdutorio******
A Árvore do Conhecimento e a Certeza dos seus Frutos, por César Schirmer dos Santos
A Questão Da Verdade Própria Das Sensações Na 6ª Meditação Segundo Martial Gueroult, por César Schirmer Dos Santos
Maquiavel - O Exterminador do Futuro, por Cesar Ramos
Schopenhauer, por Thomas Mann
A construção de uma civilização superior em Nietzsche, por José Amorim de Oliveira Júnior
A existência como Liberdade Absoluta, de Jean Paul Sartre
A Filosofia Moderna e Descartes, por Eduardo Chaves
A Filosofia política de Nietzsche, por José Amorim de Oliveira Júnior
A fraqueza e a transgressão como elementos de obtenção do melhoramento, por José Amorim de Oliveira Júnior
Afirmação da Existência, em Nietzsche, por José Amorim de Oliveira Júnior
Alunos de Publicidade e Propaganda num trabalho sobre Sartre
Apostila de curso - A moral e a ética Definições e Origens pelo professor Eduardo Sugizaki
Correntes da Filosofia no século XX
David Hume e a Questão Básica da Crítica da Razão Prática, por Eduardo Chaves
Descartes, por João Virgílio Tagliviani
Entrevista com Apel
Entrevista com Bento Prado Jr
Entrevista com Marilena Chaui
Entrevistas com Rorty
Entrevistas com Searle
HABERMAS Pangloss do século XX
introdutorio Max Scheler
introdutorio Merleau-Ponty
introdutorio Metafisica de Bergson
introdutorio Parmenides
Kant responde a perguntaQue é esclarecimento
Milagres, a Historia e a Ciência Uma Análise do Argumento de Hume por Eduardo Chaves
Milagres, a Historia e a Ciência Uma Análise do Argumento de Hume, por Eduardo Chaves
Moral e Ética em Habermas
O Existencialismo de Sartre, por Gerd Bornheim ( professor de Filosofia da UFRJ)
O Homem e a Natureza, de J C Avelino da Silva
Para uma leitura leiga de Nietzsche
Positivismo
Pragmatismo
Retalhos de conferências e de livros de Krishnamurti, Jiddu
Rosseau, por João Virgílio Tagliviano
Segunda Apostila de Curso - Aforismos e máximas em La Rochefoucauld, Pascal, Nietzsche e Cioran - Professor Eduardo Sugizaki
Sócrates, Platão e Aristóteles - O período auréo da filosofia grega
Texto sobre Descartes compilado de vários autores por Rubem Queiroz Cobra
Trabalho conciso sobre Maquiavel
Trecho de O Mundo de Sofia referente ao existencialismo e a Jean-Paul Sartre
Verbetes atuais
Introdutorio Heiddeger
Maquiavel, por Marilena Chauí
A Filosofia e sua Importância nos Dias Atuais
Benjamim, Marcuse, Habermas, Adorno e Horkheimer - Os teóricos de Frankfurt
Ceticismo
Descartes e a possibilidade da Ética
Descartes e o destino da revolução racionalista
Entrevista com Simon Blackburn
Introdução à algumas disciplinas filosóficas
Introdutorio Auguste Comte
Introdutorio Donald Davidson
Introdutorio epicteto
Introdutorio Heraclito de Efeso
introdutorio Para Ler Hegel
introdutorio freud
introdutorio kant
Istvan Meszaros
Marilena Chauí falando sobre a Filosofia Moderna
Para que serve a Filosofia, por Simon Blackburn
Possibilidade da dialética marxiana na sociedade pós-capitalista
Pragmatismo e Neopragmatismo
Apostila de Ética e Política, prof. Laerte Moreira dos Santos
Apostila de Filosofia da Ciência, prof. Laerte Moreira dos Santos
Coletânea de textos que comentam sobre David Hume
Coletânea de vários textos que comentam sobre Descartes
******Literatura*****
A Metamorfose - Kafka, Frans
Ana Karenina - Tolstoi
Artista da Fome - Kafka, Frans
Broqueis - Cruz e Sousa
Da Terra a Lua - Julio Verne
Derradeiro - Cruz e Sousa
Dom Casmurro - Assis, Machado de
Dracula - Stoker, Bram
Farois - Cruz e Sousa
Manifesto Surrealista - Breton, Andre
Morte e Vida Severina - Joao Cabral de Mello Neto
O Crime do Padre Amaro - Queiroz, Eca de
O Elogio da Loucura - Rotherdan, Erasmo de
O Sertoes - Cunha, Euclides da
o Tao do Ocidente - Romano, Paulo
Obras Seletas vol 6 - Barbosa, Rui
Obras Seletas vol 7 - Barbosa, Rui
Obras Seletas vol 8 - Barbosa, Rui
Oracao aos Mocos - Barbosa, Rui
Os Trabalhadores do Mar - Hugo, Vitor
Poemas Malditos - Alvarez de Azevedo
Tristao e Isolda
Vinte Mil Leguas Submarinas - Julio Verne
Volta ao Mundo em 80 dias - Verne, Julio
*****Literatura Filosofica******
A Busca de Krishnamurti
A Escrita do Deus - Borges, Luis
A História do Baghavad Gita
Cristo morto - Richter, Jean Paul
Dentro e Fora - Hesse, Herman
Gatos trecho retirado do livro Porta para o Infinito, de Carlos Castaneda
Koans e Contos Zen-Budistas
O Livro da Lei - ocultismo de Aleister Crowley
O Mistério das cousas, de Fernando Pessoa Há metafísica bastante em não pensar em nada
Os Ssofrimentos do Jovem Werther - Goethe
O Santo Inquisidor fragmento do romance Irmãos Karamazov, de Dostoiévsky
Povo da Redoma conto que faz analogia à metáfora da caverna, de Platão
Rubaiyat escrito por Omar Kayyam (1050-1123), poeta e matemático persa
*****Marx e Engels*****
A Ideologia Alemã - Marx Engels
Critica da Economia Politica - Marx e Engels
Do Socialismo Utopico ao Socialismo Cientifico - Marx e Engels
Introdução à Crítica da Filosofia do Direito de Hegel - Marx, Karl
Manuscrito Economicos Filosoficos terceiro manuscrito - Marx, Karl
O Manifesto do Partido Comunista - Marx e Engels
Teses Sobre Feuerbach
*****Platao****
Dialogos de Platao - Apologia de Socrates
Dialogos de Platao - Critao
Dialogos de Platao - Fedao
Dialogos de Platao - Filebo
Dialogos de Platao - Gorgias
Dialogos de Platao - O Banquete
Dialogos de Platao - Parmenides
Dialogos de Platao - Teeteto
*****Poemas******
Afonso Romano Santanna
Allen Ginsberg
Alphonsus Guimaraes
Alvares de Azevedo
Alvaro Pacheco
Anibal Beca
Antonin Artaud
Augusto dos Anjos
Carlos Drummond de Andrade
Caroline Bonarde
Cecilia Meirelles
Cidi Martins
Ciro Pessoa
Cummings
Fernando Pessoa
Iluminuras - Rimbaud
Joao Cabral de Mello Neto
Jorge de Lima
Kavafis
Leminsky
Maiakovski
Manuel Bandeira
Mario Quintana
Montale
Murilo Mendes
Neruda
Prevert
Raul de Leoni
Uma Estacao no Inferno - Rimbaud
Vinicius de Moraes


»Informações
Tamanho: 180 MB
Formato: N/A
Download
Parte  1

Vigotski e o Aprender a Aprender


Download: http://w14.easy-share.com/1701739743.html


Título do livro: Vigotski e o Aprender a Aprender
Autor: (Newton Duarte)
Gênero: Psicologia
Tipo: PDF
Tamanho: 1,6 mb
Editora:
Sinopse: Nesse livro o autor polemiza com uma tendência que
estaria se tornando dominante entre os educadores que buscam, no 
terreno da psicologia, fundamentação em Vigotski: a tendência a 
interpretar as idéias desse psicólogo numa ótica que as aproxima 
a ideários pedagógicos centrados no lema "aprender a aprender".




Dicas de comportamento para a Copa do Mundo

Você já deve ter recebido um e-mail que tá rolando por aí com algumas regras básicas de comportamento para a mulher seguir durante a Copa do Mundo. (se você ainda não recebeu esse e-mail, clique aqui)

Com o início da Copa se aproximando, é importante falarmos sobre isso. Queremos que tudo esteja perfeito quando África do Sul e México derem o pontapé inicial do MAIOR EVENTO ESPORTIVO DO MUNDO. =D

Não estamos interessados em discutir aqui a convocação do Dunga, até porque nós do Biogil somos um dos poucos que concordam com quase todos os nomes da lista. [Klebérson foi dose, Dunga]
Não queríamos Adriano nem Ronaldinho Gaúcho.
Não queríamos Ronaldo Bolinha. [de elefante, a África já tá cheia]
E também não queríamos Roberto Carlos. [nem queremos mais o "Especial do Rei". Já chega, Globo!!]
O Neymar é discutível, mas não dava pra deixar o Ganso de fora.

Apesar disso tudo, o Brasil vai ser campeão, concorde você ou não.
E quando isso acontecer nós vamos poder dizer "Rá! Eu sabia!" e você vai ficar chupando dedo.

Enfim, voltando a falar do e-mail, nós concordamos com exatamente tudo que está nele. Tudo mesmo. Mas achamos que algumas coisas a mais podem ser ditas.

Aqui vão nossas sugestões:

-Não importa se estão em campo Suíça e Honduras. Se eu sentei pra assistir esse jogo (ou o VT desse jogo), é porque deve ser importante. Aceite isso como verdade.

-Não interessa o que você pensa sobre "o juiz não poder me ouvir". Eu grito quando eu bem entender.

-Se você disser "Ihhh, boca suja" eu xingo você e sua mãe!

-NUNCA, JAMAIS, EM HIPÓTESE ALGUMA diga o quanto você acha o Cristiano Ronaldo bonito.

-Eu torço pra Argentina se eu quiser. O que você tem com isso?

-Se logo após a sua chegada na sala o time para o qual eu estiver torcendo levar um gol, a culpa será sua. Peça desculpas e volte para a cozinha.

-Se mesmo após você voltar para a cozinha o meu time continuar levando gol, eu vou te culpar pelo resto da vida!

-Se você voltar pra cozinha e meu time ganhar, permaneça na cozinha até o final da Copa.

Os Miseráveis - Victor Hugo

título: Os Miseráveis - Victor Hugo
autor: Victor Hugo
gênero: Literatura Estrangeira / Romance / Clássicos
ano de lançamento: 1862
editora: n/a

O enfoque do autor nesta obra é para as instituições políticas e sociais, num romance de estilo narrativo e descritivo que esbanja elegância e riqueza no estilo barroco. Um clássico. Em Os Miseráveis o enfoque do autor é para as instituições políticas e sociais.

Fotossíntese


Título Original: Photosynthesis advanced
Formato: AVI
Tamanho: 22 MB
Descrição: Uma visão molecular detalhada da fotossíntese.
 
 

Ciclo de Vida em Vegetais

Título: Ciclo de Vida em Vegetais
Idioma: Português
Formato: Flash
Tamanho do arquivo: 22 MB
Descrição: Ciclo de vida em vegetais apresenta esquemas ilustrativos dos ciclos de vida em vegetais. A proposta do software é oferecer interatividade ao usuário através da comparação entre os modelos apresentados, da retomada do conteúdo e da abertura para discussões sobre genética e reprodução em outros seres vivos.

EMBRIOLOGIA

Título: Embriologia
Idioma: Português
Formato: Flash
Tamanho do arquivo: 4 MB
Descrição: Este software aborda os conteúdos básicos da embriologia, trazendo ilustrações, animações e textos que ajudam no entendimento do conteúdo. As informações estão organizadas em tópicos e links, de modo que o usuário possa navegar livremente pelo assunto que desejar, sem ter que obedecer uma seqüência rígida.
Personalizando o Google
Ao entrar no Goooooogle apareceu um plano de funo bacana e com um link para "alterar o plano de fundo", que agora você pode selecionar de fotos disponibilizada na internet, em seu album do Picasa ou de fotos do seu computador, vejam com qual foto eu coloquei o meu:
Conheça Algumas Ações para as Teclas de Funções

Você sabe para que servem as teclas F (F1, F2, F3, etc) que aparecem no teclado do seu computador? O UOL Tecnologia reuniu algumas funções importantes executadas por essas teclas que, para muitos, continuam sendo um mistério

Tecla F1: Abre a ajuda do programa que estiver sendo executado

Tecla F2: Quando tem um arquivo selecionado e a tecla é apertada, é possível renomear este arquivo.

Tecla F3: Em navegadores como o Internet Explorer e o Mozilla Firefox, a tecla F3 substitui o Ctrl +F, que localiza termos em uma página.

Shift + F3: Ao selecionar um texto no WORD e executar este comando, as letras que eram maiúsculas viram minúsculas e vice-versa.

Tecla F4: No Internet Explorer, seleciona a barra de endereços. No Word, repete a última operação.

Alt + F4: Fechar um programa ou desligar o computador.

Ctrl + F4: Fecha a janela de um programa. Exemplo: se há vários documentos abertos no Word, ele fecha o que estiver sendo usado.

Tecla F5: Atualiza uma página. Essencial na vida dos ansiosos, quando eles aguardam a chegada de um e-mail, por exemplo.

Tecla F6: Circula pelos elementos da tela na área de trabalho do Windows. No Mozilla Firefox, seleciona a barra de endereços.

Tecla F7: O Word faz a verificação ortográfica do texto digitado no programa.

Shift + F7: Abre o dicionário de sinônimos do Word.

Tecla F8: Assim que passa a tela de boot na inicialização do computador, ao pressionar F8, o PC com sistema Windows entra em modo de segurança.

Tecla F10: É uma alternativa à tecla Alt. Ao apertar F10, o usuário seleciona o menu de um programa. Por exemplo, no Firefox, ao usar a tecla, o menu Arquivo é selecionado.

Shift + F10: "Substituto" do botão direito do mouse.

Tecla F11: Habilita o modo tela cheia dos programas.

Tecla F12: No Word, é um atalho para a opção Salvar como.

Ctrl + F12: Atalho para abrir arquivo no Word.

E você conhece algum comando bacana pra passar como dica pra gente? Coloca aí nos comentários !!!!

terça-feira, 8 de junho de 2010

DICIONÁRIO FILOSÓFICO - Voltaire


Voltaire

APRESENTAÇÃO
Nélson Jahr Garcia
Voltaire (1694-1778) foi um dos maiores pensadores de seu tempo. Seu estilo, inconfundível, está presente em todos os seus romances, peças teatrais, trabalhos sobre filosofia e ciências. O traço mais marcante de seus textos é a agressividade inteligente, manifesta através de críticas ácidas e de uma ironia grave, geralmente beirando o sarcasmo.
É o patrono deste site, cujo lema é "Ridendo Castigat Mores" (com o riso se castigam os costumes).
Voltaire, com humor, castigou reis, nobres, ministros, religiões, teorias científicas e filosóficas. Nesse aspecto "Dicionário filosófico" é, talvez, o trabalho mais significativo. Não perdoou autoridades, costumes, crenças ou teorias; é difícil lembrar alguma que não tenha sido alvo de sua verve.
Suas críticas procuram demonstrar as contradições embutidas nas concepções que ataca. Às vezes o faz de forma leve e sutil, como neste argumento, em que ridiculariza a certeza humana: Se perguntásseis a todos os homens antes de Copérnico:- O sol levantou-se hoje? O sol se pôs?
- Temos absoluta certeza - responder-vos-iam à uma só voz.
Tinham certeza, e no entanto estavam errados.
Em outros momentos, investe com mais severidade:
Pretendiam alguns escritores europeus que nunca haviam estado na China que o governo de Pequim era ateu. Wolf elogiara Pequim. Logo, Wolf era ateu. Melhores silogismos nunca souberam forjar a inveja e o ódio
Não raro recorre à hostilização aberta:
As inimitáveis tragédias de Racine foram todas criticadas, e pessimamente: porque as criticaram rivais. Certo, os artistas são juízes de arte competentes, porém quase sempre lhes falta integridade.
Chega a apelar para a pilhéria:
Assistia eu certa vez à representação de uma tragédia em companhia de um filósofo.
- Como é belo! - dizia ele.
- Que viu o sr. de belo?
- O autor atingiu seu fim.
No dia seguinte ele tomou um purgante que lhe fez efeito.
- O purgante atingiu seu fim - disse-lhe eu. Eis um belo purgante. Ele compreendeu não
se poder dizer que um purgante seja belo, e que para chamar belo a alguma coisa é preciso que nos cause admiração e prazer. Conveio em que a tragédia lhe inspirara estas duas emoções, e que nisso estava o to kalon, o belo.
Em outros casos o chiste chega a ser corrosivo:
Ben al Betif, digno chefe dos dervís, disse-lhes um dia: "Meus irmãos, muito conveniente é que useis com toda frequência esta fórmula sagrada do nosso Alcorão: Em nome de Deus mui misericordioso, pois Deus usa de misericórdia e vós aprendereis a praticá-la com repetir frequentemente os termos que recomendam uma virtude sem a qual poucos homens restariam sobre a terra. Mas, meus irmãos, abstende-vos de imitar esses temerários que a
todo transe se jactam de trabalhar pela glória de Deus. Se um jovem imbecil sustenta uma tese sobre as categorias, tese presidida por um ignorante encasacado, não deixa de escrever em grossos caracteres no cabeçalho de sua tese: Ek Allah abron doxa: ad majorem Dei gloriam. Um bom muçulmano fez pintar o seu salão gravando em sua porta essa tolice; um saca carrega água para maior glória de Deus. É um costume ímpio, piedosamente posto em uso. Que diríeis de um pequeno tchauch que ao limpar a privada do nosso ilustre sultão gritasse: "Para maior glória do nosso invencível monarca"? Há certamente maior distância do sultão a Deus que do sultão ao pequeno tchauch.
Voltaire não simpatizava com menções a milagres e reprovava:
Segundo a energia do termo, um milagre é uma coisa admirável. Nesse caso, tudo é milagre. A ordem prodigiosa da natureza, a rotação de cem milhões de globos ao redor de um milhão de sóis, a atividade da luz, a vida dos animais, constituem perpétuos milagres.
Segundo as idéias aceitas, chamamos milagre à violação dessas leis divinas e eternas.
Assim, quando houver um eclipse do Sol durante a Lua cheia, quando um morto fizer a pé duas léguas de caminho levando a cabeça de baixo do braço, isto quer dizer que sucedeu um milagre.
O tema da ressurreição tampouco o animava, disparava com precisão:
Gabam-se-lhes as pirâmides. Mas as pirâmides são monumentos de um povo de escravos.
Foi preciso pôr de baixo de canga toda uma nação, sem o que essas vis massas não teriam sido levantadas. Que finalidade tinham? Conservar em uma pequena câmara a múmia de algum príncipe, de algum governador, de um intendente qualquer, porque ao cabo de mil anos sua alma devia reanimá-la. Mas se esperavam a ressurreição dos corpos, por que lhes extraiam os miolos antes de embalsamá-los? Será que os egípcios deviam ressuscitar sem cérebro?
Incomodava-o a idolatria, com presteza denunciava:
Escreveram-se volumes imensos, debitaram-se sentimentos diversos sobre a origem desse culto rendido a Deus ou a vários deuses sob figuras sensíveis: esta multitude de livros e de opiniões não atesta senão ignorância. Não se sabe quem inventou as vestes e os calçados e quer-se saber quem primeiro inventou os ídolos?
Contra as críticas, Voltaire devolvia outras, muitas vezes em defesa do criticado:
Dizem alguns teólogos que o divino imperador Antonino não era virtuoso; que era um estóico tençoeiro que, não contente de governar os homens, ainda queria ser estimado por eles; que fazia reverterem a si próprio os benefícios que fazia ao gênero humano; que foi toda a sua vida justo, trabalhador, benfeitor por simples vaidade, e que apenas enganou os homens com a sua virtude; neste caso exclamarei: "Meu Deus, dai-nos a basto velhacos
desta laia !"
Outro exemplo sugestivo:
Um mendigo dos arredores de Madri esmolava nobremente. Disse-lhe um transeunte: - O sr. não tem vergonha de se dedicar a mister tão infame, quando podia trabalhar? - Senhor, - respondeu o pedinte - estou lhe pedindo dinheiro e não conselhos. E com toda a dignidade castelhana virou-lhe as costas. Era um mendigo soberbo. Um nada lhe feria a vaidade. Pedia esmola por amor de si mesmo, e por amor de si mesmo não suportava reprimendas.
Esse era o genial Voltaire. A leitura de suas obras nos faz meditar melhor sobre nossos pensamentos e a forma como os comunicamos. Podemos não rir de suas frases, mas um sorriso discreto e salutar é inevitável.

Imaginem, este Carro na Europa vale em Reais R$ 32.108,00 e é movido a Diesel. 
No Brasil seria vendido, talvez, por R$ 75.000,00 (gasolina). 
Sei não. Acho que estamos sendo enganados por muitas Montadoras de Automóveis
em termos de valor dos Autos que são fabricados e vendidos aqui, na terra Tupiniquim.

Calendário do Copa 2010

Calendário muito bonito dos jogos da copa de 2010, podendo ser escolhido por: País; Estádio, Grupos ou os Dias dos Jogos,  entre outras informações, isto tudo sendo mostrado em forma de uma bola com um visual bem bacana (espanhol), segue link:

http://www.marca.com/deporte/futbol/mundial/sudafrica-2010/calendario.html

sábado, 5 de junho de 2010

DEFICIÊNCIAS ?

Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino."Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui."Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores."Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês."Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia."Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda."Diabético" é quem não consegue ser doce."Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus."A amizade é um amor que nunca morre." 
Mario Quintana

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Serpentes - E-books

Serpentes

E-books 
Título: Serpentes
Autor: Genésio Neto
Idioma: Português
Formato: PDF
Número de Páginas: 27
Tamanho do arquivo: 791 KB
Serpentes
GOSTARIA DE PEDIR AO PESSOAL QUE VISITA O BLOG PARA COMENTAR AS POSTAGENS E ATÉ PEDIR , LIVROS, VIDEOS, FILMES E DAR DICAS PARA MELHOR ATENDÊ-LOS.
Rumo a copa !

Para Salvar o Amor
Para salvar o amor, não basta o querer,
o amor quando está afundando,
não pede uma bóia qualquer.
O amor pede um grande barco,
um coração largo.

O amor pede humildade,
e antes de mais nada, muita serenidade.
O orgulho, a mágoa, o ressentimento,
são facas afiadas,
que matam qualquer sentimento.

O amor pede calmaria,
mesmo diante de notícia ruim,
mesmo diante de fatos lamentáveis,
o amor, e só ele, pede calma.
E a reflexão pode salvar o amor,
porque o amor é mais que pensamento,
amor não é isolamento,
é união, compaixão, declaração, perdão.

Por isso, antes de começar o dia,
antes que a noite termine,
declare o seu amor de diversas formas.
Diga eu te amo,
mas faça um gesto de amor.
Vale flores, doces, presentinhos,
um recado mal anotado num bilhetinho.

Gestos grandes ou pequenos,
uma tatuagem no corpo,
ou melhor ainda,
uma tatuagem na alma,
onde nem o tempo, nem a morte,
podem apagar.

O amor pede atenção,
que começa no seu pensamento,
e sempre termina, no seu coração.
...

Autor: Paulo Roberto Gaefke

quarta-feira, 2 de junho de 2010

O Maior Espetáculo da Terra - As Evidências da Evolução - Richard Dawkins



O Maior Espetáculo da Terra - As Evidências da EvoluçãoTítuloO Maior Espetáculo da Terra - As Evidências da Evolução
AutorRichard Dawkins
GêneroCiências Biológicas / Biologia
EditoraCompanhia das Letras
IdiomaPortuguês
"Estamos cercados por infindáveis formas belíssimas e fascinantes, e não é por acidente, e sim uma consequência direta da evolução pela seleção natural não-aleatória - única na vida, o maior espetáculo da Terra." Não há interpretações alternativas válidas para a existência da vida neste planeta. Richard Dawkins decidiu escrever um livro para defender essa tese e convencer a todos - sem exceção - de que Darwin tem razão. Depois de oito obras que revolucionaram o pensamento evolucionário, ele traz a público o que chama de seu "elo perdido", ligando todos os seus escritos: uma síntese pessoal das evidências científicas de que a evolução é, mais do que uma teoria, um fato estabelecido.
As evidências da evolução são tão válidas e irrefutáveis quanto, por exemplo, as evidências históricas de que existiu o Império Romano: "Também os seres vivos trazem a história escrita em todo o corpo. São repletos de equivalentes biológicos das estradas, muralhas, monumentos, cacos de cerâmica e até inscrições antigas romanas, tudo esculpido no DNA vivo, pronto para ser decifrado por estudiosos".
Para Dawkins, a visão da vida pelo prisma da evolução guiada pela seleção natural é grandiosa, sublime, e ele não mede esforços para levar o leitor a compartilhar seu arrebatamento. Nem para fulminar com argumentos inatacáveis e humor sarcástico as ideias dos que tentam defender interpretações sucedâneas - vale dizer, os "criacionistas da Terra Jovem", para quem os seres vivos foram criados por volta de 10 mil anos atrás, e os proponentes do design inteligente, que até acreditam que houve evolução, porém graças a um empurrãozinho divino.
Dawkins mostra-se, como sempre, incomparável na arte de traduzir a ciência para não-especialistas. Em sua prosa premiada, a embriologia, o sequenciamento do código genético e o sistema de genes/proteínas que rege a vida ganham clareza e, mais do que isso, fascínio. Suas analogias e metáforas invariavelmente se tornam clássicas. Quem mais pensaria em recorrer à técnica do origami, aos métodos de Sherlock Holmes, a uma sátira do Monty Python e até a um balé aéreo de um bando de estorninhos para elucidar o mecanismo da evolução?