Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

CONATEDU

CONATEDU
CONATEdu 3.0 - Congresso Nacional de Tecnologias na Educação

domingo, 31 de janeiro de 2016

SEMENTES FLORESTAIS: GUIA PARA GERMINAÇÃO DE 100 ESPÉCIES NATIVAS



Livro

Esta publicação, produzida pelo Instituto Refloresta (antigo Ecoar Florestal) e seus parceiros, oferece informações fundamentais sobre germinação, trazendo uma grande contribuição aos profissionais que atuam na área florestal – viveiristas, produtores de sementes, técnicos e estudantes. Acreditamos que será uma facilitadora da atividade de produção do setor, pelo rigor das informações contidas e pela simplicidade com que são transmitidas, sendo, desde já, fonte de inspiração para a produção de outros materiais do gênero.
Sementes Florestais
Este manual apresenta técnicas para tratamentos pré-germinativos de sementes florestais nativas que apresentam dormência ou germinação desuniforme. Ele traz informações sobre cem espécies de árvores que ocorrem em formações vegetais do estado de São Paulo: Floresta Ombrófila Densa, Floresta Ombrófila Mista, Floresta Estacional Decidual, Floresta Estacional Semidecidual e Cerrado. São abordados apenas métodos físicos e mecânicos que podem ser realizados nas situações encontradas comumente em viveiros.
A publicação é o resultado final de um projeto financiado pelo Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro), instância econômico-financeira do Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SIGRH), por meio do Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Sorocaba e Médio Tietê. Cumpre um papel importante ao difundir, em linguagem de fácil compreensão, informações técnicas que facilitarão o trabalho dos viveiristas, contribuindo para a qualidade e a diversidade de espécies em ações de restauração florestal.

NAJAS: ASSASSINAS POR NATUREZA VÍDEO (COMPLETO EM PORTUGUÊS)

  Najas: Assassinas por Natureza

 

 

sábado, 30 de janeiro de 2016

10 SOFTWARES LIVRES PARA RECURSOS HÍDRICOS



Um artigo da Gidahatari, uma consultoria peruana especializada em gestão de recursos hídricos, produziu uma lista bem interessante apontando os 10 melhores softwares livres para se trabalhar com recursos hídricos.

Por que usar software livre?

Em princípio porque é livre, sem custo, sem licença necessária e pode ser usado por qualquer pessoa dentro de uma instituição.
Outra razão importante, porque melhora a transparência das avaliações em recursos hídricos e do meio ambiente, e que os resultados bem como os modelo podem ser transmitidos, monitorados e auditados.
Desta forma, o software não se torna um impedimento para a compreensão e discussão dos impactos.

Por que eles são melhores?

  • Porque eles são apoiados por grandes instituições e comunidades científicas.
  • Porque eles são constantemente atualizados.
  • Porque existe documentação, tutoriais e manuais (muito deles traduzidos para diversos idiomas).
  • Porque são desenvolvidas muitas pesquisas e publicações sobre estes softwares.

TOP – 10:  Softwares livres para Recursos Hídricos

Sistemas de Informação Geográfica

QGIS

QGIS é a ferramenta Open Source GIS mais conhecida, com um histórico comprovado e uma comunidade vibrante, (conheça a comunidade brasileira do QGIS), além disso conta com um ecossistema de “plugins” bem consolidado. O QGIS oferece verdadeiramente uma alternativa aberta que reduz as barreiras de custo, sem taxas de licença e pode ser executado no sistema operacional de sua escolha.

 SAGA GIS

O SAGA GIS, é mais um SIG orientado plataforma de análise espacial. SAGA GIS é um software simples, mas poderoso, tem uma grande biblioteca para análise espacial e caracterização de bacias hidrográficas. Opções de interpolação em SAGA GIS são melhores implementadas do que em outros softwares livres e comerciais.

Modelagem de Rios

HEC-RAS

O modelo numérico HEC-RAS é desenvolvido pelo Corpo de Engenheiros do Exército dos Estados Unidos. Os modelos fluviais hidráulicos usam o gradiente e a topografia para avaliar barramentos, as velocidades da água e zonas alagadas. Também é usado para calcular o transporte de sedimentos e temperatura da água.

 IRIC

IRIC (International River Interface Cooperative) é desenvolvido a fim de proporcionar um ambiente de simulação completa do leito dos rios, os resultados podem ser importados e utilizados pelos usuários para análise, mitigação e prevenção de catástrofes, através da visualização dos resultados da simulação do rio.

 Modelagem hidrológica

HEC-HMS

O Sistema de Modelagem Hidrológica (HEC-HMS) foi concebido para simular os processos hidrológicos de bacias hidrográficas. O software inclui procedimentos de análise hidrológicas tradicionais, como eventos de infiltração, Hidrograma Unitário e routing hidrológico. HEC-HMS também inclui módulos para evapotranspiração, derretimento de neve e cálculo da umidade do solo.

 PRMS

O código modelagem PRMS (Sistema de Modelagem chuva – vazão) é um sistema modular, de parâmetros espacialmente distribuídos, que representa os processos físicos de uma bacia hidrográfica. Ele foi desenvolvido pelo Serviço Geológico dos EUA – USGS para avaliar os efeitos de diferentes combinações de geomorfologia, tipo e uso do solo, vegetação e os parâmetros climáticos sobre a resposta hidrológica da bacia.

 Modelagem hidrogeológica 

MODFLOW

Modelo de Águas Subterrâneas desenvolvido pelo Serviço Geológico (USGS). A modelagem numérica é capaz de simular o fluxo de águas subterrâneas em duas ou três dimensões e simular os principais processos físicos relacionados ao sistema de águas subterrâneas como recarga, evapotranspiração, bombeamento, drenagem, etc.

 MT3DMS

O pacote MT3DMS é um modelo de transporte acoplado a um modelo de fluxo de massa MODFLOW. O código MT3DMS simula advecção, dispersão / difusão e reações químicas de adsorção / absorção de contaminantes nas águas subterrâneas.

Modelagem Dinâmica dos Fluidos Computacional

 OpenFOAM

Praticamente qualquer fenômeno físico associado com a dinâmica de fluidos pode ser representado por esse software. O número de plugins e a disponibilidade livre do código possibilita que o usuário possa explorar diversas possibilidades para modelar vários tipos de problemas, incluindo modelos de turbulência, modelos termodinâmicos, dentre outros

 Ferramentas científicas de programação

Python