Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

CONATEDU

CONATEDU
CONATEdu 3.0 - Congresso Nacional de Tecnologias na Educação

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

CARNE PROCESSADA PODE PIORAR ASMA, INDICA ESTUDO


Consumir mais de quatro porções por semana de carne processada pode agravar sintomas da asma

Comer carne processada pode piorar os sintomas da asma, dizem pesquisadores.
Consumir mais de quatro porções por semana é um risco, sugere um estudo feito com cerca de mil pessoas na França e publicado no periódico científico Thorax.
Os pesquisadores acreditam que um conservante chamado nitrito, usado em carnes como salsichas, salames e presuntos, possa ser o responsável por uma piora nas condições das vias respiratórias.
Mas especialistas dizem que o vínculo não foi provado, e que mais pesquisas são necessárias nesse sentido.
Mais do que se preocupar com apenas um tipo de comida, as pessoas devem manter uma dieta saudável e variada, recomendam.
O consumo de carne processada já foi associado à incidência de câncer.
Especialistas afirmam que para manter boa saúde não é recomendável comer mais do que 70 gramas por dia de carne vermelha e processada.
Isso equivale a uma salsicha mais uma fatia de bacon por dia.
O estudo analisou consumo de presunto, salsichas e salames
Chiado de carne
Participantes do estudo responderam a uma pesquisa sobre alimentação e saúde durante dez anos, de 2003 a 2013.
Metade dos participantes tinha asma. O restante - o chamado grupo de controle - não tinha histórico da doença.
A pesquisa analisou sintomas da asma - falta de ar, chiado e sensação de aperto no peito - e o consumo de carne processada: uma porção simples foi classificada como duas fatias de presunto, uma salsicha ou duas fatias de salame.
Entre os asmáticos, um maior consumo de carne foi associado a uma piora dos sintomas pulmonares.
Pessoas que disseram ingerir mais de quatro porções por semana - oito fatias de presento ou quatro salsichas, por exemplo - registraram piora mais intensa da asma ao final do estudo.
Os pesquisadores destacam que o trabalho não pode provar que a causa da piora seja a dieta, pois há muitos fatores na vida de uma pessoa que podem agravar um quadro de asma.
Eles tentaram eliminar os fatores mais óbvios, controlando o efeito de variáveis como obesidade, mas ainda assim a associação entre consumo de carne processada e piora dos sintomas se manteve.
"Embora certos alimentos possam desencadear alergias em algumas pessoas, não há recomendação específica de dieta para lidar com sintomas da asma de modo geral", afirma Erika Kennington, chefe de pesquisa no centro Asthma UK.
Para a maioria dos pacientes, segundo ela, ter uma alimentação saudável "funciona da mesma maneira do que para o restante das pessoas: ter uma dieta balanceada que inclua muitos alimentos frescos e não processados, com baixo teor de açúcar, sal e gorduras saturadas".
Catherine Collins, da Associação Britânica de Nutrição, recomenda uma dieta "variada e de estilo mediterrâneo", com muitos produtos frescos, "mesmo se tenha ou não asma".

Nenhum comentário:

Postar um comentário