Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

CONATEDU

CONATEDU
CONATEdu 3.0 - Congresso Nacional de Tecnologias na Educação

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

BOLAS DE NEVE GIGANTES APARECEM EM PRAIA DA SIBÉRIA



Moradores do Golfo de Ob, no noroeste da Sibéria (Rússia), foram surpreendidos neste sábado com milhares de bolas de neve espalhadas pela praia.
Bolas de neve naturais de diferentes tamanhos cobriram parte do Golfo de Ob
Um trecho de aproximadamente 18 km do litoral amanheceu coberto pelas esferas de gelo de diferentes tamanhos.
Algumas chegavam a 1 m de circunferência.
Segundo especialistas, trata-se de um raro fenômeno ambiental a partir do qual pequenos pedaços de gelo se formam, são transportados pelo vento e pela água e se agrupam em bolas de neve gigantes.
Moradores dizem que nunca haviam visto nada parecido
Moradores do vilarejo de Nyda, localizado na Península de Yamal, perto do Ártico, dizem que nunca haviam visto nada parecido.
Em entrevista à TV russa, Sergei Lisenkov, porta-voz do Instituto de Pesquisa do Ártico e da Antártica, explicou o fenômeno.
"Por definição, em primeiro lugar, há um fenômeno natural ─ o gelo. A partir daí, temos os efeitos do vento, do leito das águas do mar, e das condições de temperatura", enumera ele.
Alexei Primak flagrou uma 'parede de bolas de neve formada por várias esferas de gelo agrupadas
"Essa combinação resulta na formação de bolas como essas", acrescenta.
Uma cena parecida foi testemunhada no Golfo da Finlândia em dezembro de 2014, e no Lago Michigan (EUA) um ano depois, informou o site de notícias russo Ura.ru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário