Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

CONATEDU

CONATEDU
CONATEdu 3.0 - Congresso Nacional de Tecnologias na Educação

sábado, 4 de junho de 2016

NOVA ESPÉCIE RARA DE LAGARTO É ACHADA EM FLORESTA REMOTA NO AMAPÁ



‘Bachia remota’ foi encontrado em 2004 e reconhecido em maio deste ano.  Réptil tem 'dedos' mais funcionais e escama que o diferencia de espécies.
Espécie de lagarto foi encontrada na região Amazônica (Foto: Divulgação)
Uma nova espécie de lagarto, considerada rara, foi descoberta por pesquisadores do Amapá e Pará. O animal, nomeado de Bachia remota, foi encontrado em um lugar de difícil acesso na floresta Amazônia, numa área localizada dentro do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, ao Oeste do Amapá.
De acordo com o pesquisador amapaense Jucivaldo Lima, a pesquisa precisou investigar apenas um exemplar do réptil, que foi suficiente para identificar as diferenças entre as espécies já descobertas.
“É um bicho bem diferente. Geralmente os animais do grupo dele têm mãos pequenas, membros reduzidos, que conseguem viver por debaixo da mata, chamados de semi-fossorial. Identificamos que esse tem dedinhos mais funcionais que os outros da espécie dele e tem uma escama diferente”, descreveu Lima.
O pesquisador contou que a espécie foi localizada durante uma expedição realizada por acadêmicos até o Tumucumaque, com o apoio do helicóptero do Exército Brasileiro para acesso ao local remoto. O réptil foi encontrado apenas dentro do parque, localizado na região Oeste do estado, no município de Laranjal do Jari, a 265 quilômetros de Macapá.
Pesquisador Jucivaldo Lima encontrou espécie emexpedição ao Jari (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)
A viagem chegou a ser documentada à época pelo programa Globo Repórter, da Rede Globo, em 2005. Jucivaldo contou que não voltou mais à região porque é um lugar difícil de chegar.
“A gente já suspeitava que fosse uma espécie nova. Deixamos o animal meio que de ‘stand by’, porque era o único exemplar que coletamos. Em 2014, um pesquisador especialista em lagartos fez uma amostragem de espécies pela Amazônia e começamos a iniciar a descrição do bicho”, comentou Lima.
A pesquisa também envolveu os pesquisadores Marco Ribeiro Júnior e Marcélia da Silva, do Museu Paraense Emílio Goeldi. O estudo sobre a nova espécie foi reconhecido após a publicação na revista Herpetologica, em maio deste ano, especializada em répteis.
Uma nova espécie de perereca também foi descoberta no Amapá recentemente. O estudo iniciou em 2011 e o animal foi reconhecido em março, como Hypsiboas diabolicus, estudado pelo pesquisador amapaense em parceria com estudiosos da Guiana Francesa.
Réptil foi encontrado no Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, no Amapá 
(Foto: Rede Globo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário