Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

sábado, 25 de março de 2017

ESPETACULAR VÍDEO QUE MOSTRA A DIVISÃO CELULAR DE VERDADE!



Este vídeo de pouco mais de 20 segundos mostra uma célula de verdade se dividida em quatro e depois se dividindo em milhões. Claro que o tempo real necessário para esta divisão foi muito maior: 33 horas, para ser exato, em uma temperatura de 15ºC. A temperatura é uma informação importante pois determina a velocidade da divisão. Se o ambiente estivesse mais quente, ela ocorreria mais rapidamente.
Divisão Celular
O vídeo foi publicado no Youtube pelo canal Franchischeefilms. O autor conta que o vídeo foi feito com um microscópio especialmente projetado com base no design ótico infinito. Ele mesmo construiu este equipamento, e usou lâmpadas LEP para iluminar a célula. Para a imagem não ficar tremida, o microscópio foi colocado em uma mesa anti-vibração.
 “Há incontáveis variáveis envolvidas nessa cena complicada, como: a temperatura do ambiente; o tempo desde a coleta dos ovos; as habilidades do operador; o tipo de água utilizada; lentes; qualidade da câmera, etc”, descreveu o autor do vídeo.
A célula mostrada é um zigoto, também chamada de um ovo, de um sapo Rana temporaria, o sapo comum. Ele bota entre mil e dois mil ovos de cada vez em poças e pequenos lagos.
A célula não cresce durante o time-lapse porque nesta etapa do processo, a clivagem, as divisões ocorrem tão rapidamente que as células não têm tempo de atingir a fase de crescimento da mitose. [Science Alert]
Confira o resultado:

Nenhum comentário:

Postar um comentário