Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

quinta-feira, 26 de julho de 2012

A GROENLÂNDIA ESTÁ DERRETENDO NESTE VERÃO

Este derretimento aumentará os níveis dos oceanos
Observações de satélite revelam que praticamente toda a superfície da Groenlândia está derretendo neste verão do Hemisfério Norte. É um acontecimento inédito desde que as medições começaram há três décadas. As imagens acima, obtidas nos dias 8 e 12 de julho, mostram onde há derretimento da superfície da ilha. Os trechos em vermelho indicam derretimento. Os trechos em vermelho claro são de derretimento provável. A Nasa, agência espacial americana, responsável pelo acompanhamento, estima que 97% da superfície da Groenlândia passou por algum derretimento. Isso inclui os trechos mais altos e mais centrais da ilha, que vinham resistindo bravamente ao aquecimento global até então.
Diferentemente do gelo Ártico, que está flutuando no oceano, as placas brancas da Groenlândia são terra firme. Por isso, cada gota que escorre do meio da ilha vai aumentar o nível dos mares no mundo todo. Alguns dos grandes icebergs que se desprendem da ilha também.
O aquecimento na região já vinha sendo acompanhado. Esse tipo de derretimento acentuado não ocorre desde 1889, segundo Kaitlin Keegan, da Universidade Dartmouth, nos EUA. “Análises do gelo antigo da região indicam que esse tipo de evento acontece uma vez a cada 150 anos”, diz Lora Koening, da Nasa. “Mas se continuarmos a observar esse tipo de fenômeno nos próximos anos, será bem preocupante.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário