Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

EUROPA TEM MAIS DE 10 MIL ESPÉCIES DE ANIMAIS EXÓTICOS



Agência Europeia do Ambiente publica dois relatórios sobre o problema das espécies invasoras
Existem atualmente mais de 10 mil espécies na Europa que foram introduzidas – acidentalmente ou não – por humanos. Pelo menos 15 por cento dessas têm um impacto ecológico e econômico negativo. Essas espécies invasoras podem competir com espécies nativas levando-as até à destruição.
De acordo com dois relatórios agora publicados pela Agência Europeia do Ambiente (AEA), o crescente número de espécies invasoras pode, além de provocar danos às espécies autóctones, prejudicar a saúde humana. O primeiro relatório – «O impacto de espécies exóticas invasivas na Europa» – aborda a os efeitos da propagação de algumas espécies. O outro – «Indicadores de espécies exóticas invasivas na Europa» – discute a metodologia da coleta e tratamento de dados.
É através da horticultura que a maior parte das espécies exóticas são introduzidas. Outras podem ser trazidas por áreas como a agricultura, a caça, a pesca ou como animais de estimação, diz o relatório. No entanto, o transporte não é sempre intencional, como é o caso do mexilhões zebra que viajam nas águas dos lastros de muitos navios. 
Mosquito 'Aedes albopictus', ou 'tigre asiático'
O crescimento das trocas comerciais e do turismo nas décadas mais recentes levou ao aumento de espécies exóticas. As alterações climáticas podem também despenhar um papel na propagação dessas espécies, tornado algumas áreas mais favoráveis a alguns animais e plantas de outros locais.
Jacqueline McGlade, diretora executiva da AEA, afirma que em muitos locais, os ecossistemas estão fracos devido à poluição, às alterações climáticas e à fragmentação. A invasão de espécies exóticas está criando uma crescente pressão no mundo natural, o que é muito difícil de reverter.
Estas espécies podem ser também uma grande ameaça à biodiversidade. Das 395 espécies nativas da Europa listadas como estando «em perigo» na Lista Vermelha das espécies ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais, 110 estão nessa situação devido às espécies invasoras.
Também para a população europeia estas espécies podem ser um perigo. Recorde-se o caso do mosquito Aedes albopictus, ou 'tigre asiático', espécie que chegou da Ásia e se instalou no sul da Europa, provocando um surto da febre  chikungunya, no norte de Itália, em 2007.

Nenhum comentário:

Postar um comentário