Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

COP 21 - DESCUBRA COMO E POR QUE O CLIMA DA TERRA ESTÁ MUDANDO ENQUANTO LÍDERES MUNDIAIS SE REÚNEM EM PARIS PARA DISCUTIR UM ACORDO PARA COMBATER O AQUECIMENTO GLOBAL.



Qual é o problema?
O mundo está ficando mais quente!
A temperatura média da superfície da Terra aumentou cerca de 0,85ºC nos últimos 100 anos. Treze dos últimos 14 anos mais quentes foram registrados no século 21, com 2015 a caminho de estabelecer um novo recorde.
Como a temperatura dos anos se compara com a média do séc. 20

2015 pode ser o ano mais quente já registrado
Fonte: NOAA

Por que isso está acontecendo?
Aumento dos gases de efeito estufa, principalmente o dióxido de carbono (CO2)
Cientistas acreditam que gases liberados pela indústria e pela agricultura (conhecidos como emissões) estão contribuindo para o efeito estufa natural, que é a maneira como a atmosfera da Terra detém parte da energia do Sol.
Atividades humanas como a queima de combustíveis (carvão, petróleo e gás natural) estão aumentando a disponibilidade de dióxido de carbono (CO2), o principal gás de efeito estufa responsável pelo aquecimento global. Florestas que absorvem CO2 também estão sendo desmatadas.

Atualmente, concentração de CO2 na atmosfera é maior do que em qualquer momento nos últimos 800 mil anos e atingiu um recorde em maio de 2015.

Quais são os efeitos?
Derretimento do gelo do Ártico
Temperaturas mais altas, eventos climáticos extremos e níveis do mar mais altos estão ligados a um clima mais quente e podem ter efeitos drásticos em diversas regiões do mundo.
Desde 1900, o nível do mar aumentou em média cerca de 19 cm globalmente. O ritmo do aumento acelerou nas últimas décadas, colocando ilhas e países mais baixos em risco.
O recuo de camadas de gelo polar é uma importante contribuição a este aumento.
Mar Glacial Ártico também está diminuindo por causa das temperaturas mais altas. No entanto, e isso não contribui muito para o aumento do nível dos oceanos.

Uma área de gelo marinho com cerca de 10 vezes o tamanho do Reino Unido foi perdida na comparação com a média dos níveis do início dos anos 1980.

Extensão mínima do gelo marinho do Ártico: em 1980, 7,8 milhões de km². Em 2015, 4,6 milhões de km²

 O que o futuro nos reserva?

Temperaturas mais altas e condições climáticas mais extremas.
A escala dos impactos potenciais ainda é incerta.
As mudanças podem provocar escassez de água fresca, alterações drásticas nas condições de produção de alimentos e incêndios causados por enchentes, tempestades, ondas de calor e secas.
Espera-se que a mudança climática aumente a frequência de eventos climáticos extremos – apesar de ser complicado associar qualquer evento isolado ao aquecimento global.
Projeção de mudança de temperatura (1986-2005 até 2081-2100)
Caso as emissões de gases de efeito estufa cheguem ao ápice entre 2010-2020 e caiam significativamente (em RCP2,6)

Se as emissões de gases de efeito estufa continuarem a subir durante o século 21 (RCP8,5)
Fonte: Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas - Quinto relatório de avaliação (AR5)
 O que pode ser feito?
Os 10 maiores emissores de gases de efeito estufa do mundo
Os 10 maiores emissores de gases de efeito estufa são responsáveis por 70% do total de emissões

Fonte: Carbon Brief, dados referentes a 2012
Limitando os danos
Até agora, 146 países apresentaram planos nacionais de clima para reduzir emissões, que devem formar a base de um tratado global e vinculante sobre mudança climática.
De acordo com um relatório da ONU de outubro, os dados apresentados até agora apontam para um aumento de temperatura de 2,7ºC acima dos níveis pré-industriais até 2100.
Cientistas dizem que um aumento de temperatura maior do que 2ºC provocará impactos substanciais e perigosos no clima, que atingirão em especial a população mais pobre do mundo.

Média de aquecimento (em °C) projetada até 2100
Fonte: Climate Action Tracker, dados compilados pelo Climate Analytics, ECOFYS, New Climate Institute e o Instituto Potsdam de Pesquisa sobre o Impacto Climático. BBC

Créditos
Design feito por Emily Maguire, desenvolvimento por Steven Connor e Punit Shah. Escrito e produzido por Nassos Stylianou e Paul Rincon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário