Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

SENATED

SENATED
Senated - Seminário Nacional de Tecnologias na Educação - 100% ONLINE E GRATUITO de 22 a 28 de Outubro de 2017

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

EGÍPCIOS ANTIGOS: DE ONDE VEIO TANTA SABEDORIA?

A partir de 3000 a.C., essa civilização começou a crescer exponencialmente. Localizados perto do rio Nilo, na África, eles tinham uma visão extremamente aguçada sobre o que deveria ser feito para que pudessem progredir e seus faraós, bons ou maus, primavam pelo desenvolvimento da Sociedade e do Estado. Mas após 4000 anos, os egípcios desapareceram sem deixar rastro em um dos mistérios mais estudados no mundo até hoje.
Várias teorias podem dar uma resposta a este acontecimento. Uma delas , não muito aceita, fala sobre o fenômeno meteorológico conhecido como El Niño que teria atingido o Egito por volta de 1300 a.C.. Essa massa de tempestades e chuvas torrenciais fica estacionada por três anos na costa da Índia (onde provoca as mortais monções) e depois dirige-se para a América do Sul onde fica alguns meses e provoca tempestades ferozes. Por algum motivo bizarro, naquela época o fenômeno teria se dirigido antes para o Egito provocando tempestades de areia gigantes que podiam durar dias e prender todos em suas casas sem chance de sair para buscar comida ou seus animais, morrendo vagarosamente de fome e sede.
A segunda teoria é mais aceita, mas não considerada. Os egípcios eram muito evoluídos para sua época, suas construções eram complexas e desafiadoras ao intelecto. Eles, assim como os Maias, Incas e Astecas, tinham conhecimento de calendários estelares e previsões de catástrofes, mudanças climáticas, época perfeita para plantar e colher, etc. Em uma pirâmide recentemente descoberta (2008) existem desenhos de helicópteros, aviões e naves redondas com pessoas dentro, sugerindo que eles conheciam o futuro de alguma forma. Seriam eles ETs? É o que pergunta essa teoria.
Desenhos egípcios mostram máquinas modernas como helicópteros, aviões e carros voadores.
Essa explicação é bem convincente, mas eles poderiam ser apenas humanos que receberam uma civilização extraterrestre que passou seus conhecimentos a eles. Porém, levando em conta que todas essas civilizações altamente evoluídas sumiram sem deixar pistas, talvez eles mesmos fossem povos extraterrestres que vieram à Terra para nos deixar lições e passar conhecimento. Algo que chama muita atenção é o fato de eles terem figuras estranhas como deuses e o próprio faraó ser representado como tal.
Anubis, um dos deuses egípcios, associado com a mumificação e a vida após a morte
Os deuses egípcios eram todos peculiares, como Anubis na imagem acima. Tinham corpos humanos e cabeças de bestas como o chacal (Anubis) e a coruja (Horus). Estariam os egípcios através dessas imagens querendo somente passar a idéia de divindade ou eram mesmo esses deuses seres modificados geneticamente? Se assim fossem, essa seria a prova cabal de que os egípcios compartilhavam da sabedoria alienígena através da visita desses seres as figuras modificadas seriam experimentos genéticos extraterrestres. De uma forma ou de outra, fica inegável a participação de conhecimento externo na vida cotidiana egípcia.
E mais. Túmulos encontrados na cidade de Gîza confirmam a opinião de especialistas de que as grandes pirâmides egípcias foram construídas por trabalhadores e não por escravos. Zahi Hawass, arqueólogo-chefe da equipe que faz escavações na região descartou a ação de escravos. "Esses túmulos foram construídos ao lado da pirâmide do rei, o que indica que essas pessoas de maneira alguma eram escravas. Se fossem, eles não teriam o direito de construir ao lado do rei", divulgou em entrevista.
Várias tumbas de trabalhadores, algumas delas encontradas na década de 90, estão entre as maiores descobertas dos séculos 20 e 21. Tais túmulos pertenciam aos homens que trabalharam no levantamento das pirâmides Khufu e Khafre. Hawass já havia encontrado vestígios de grafite nas paredes desses trabalhadores que tinham a frase “amigos de Khufu”, o que para o estudioso se trata de mais um indício de que eles eram homens livres. "Já foram encontradas pistas de que os agricultores do Delta do Nilo e do Alto Egito enviavam diariamente 21 búfalos e 23 ovelhas para alimentar os construtores, grupo estimado em 10 mil pessoas – 10% dos 100 mil homens apontados pelo historiador grego Heródoto", confirmou Hawass.
Os túmulos, no planalto de Gîza, oeste do Cairo, têm 4.510 anos de idade e estão na entrada de uma necrópole de 1,5 km de comprimento. Os trabalhadores das pirâmides eram isentos das cobranças de impostos, fato que relaciona a atividade a um projeto nacional. Seguindo essas pistas da história, claramente se vê que aqueles homens que deram suas vidas na construção das pirâmides só o fizeram porque estavam sendo beneficiados por algo muito maior que apenas um faraó. Muito provavelmente eles estavam sendo guiados por seres extraterrestres que buscavam desenvolver a Terra rapidamente para usufruir dela.
O porquê de sua partida é uma resposta que permanecerá oculta por muito tempo, talvez para sempre. Cabe apenas a nós decidir se tomamos isso por real ou não. Se deixarmos de considerar essa hipótese, estamos dizendo que não há vida no Universo além de nós, ou seja, assinamos nosso próprio atestado de óbito.

2 comentários:

  1. Parabéns Gil,
    Seu Blog é uma relíquia. Muito boa as informações. Sabemos que ha muita coisa ainda a serem descobertos a respeito desta civilização.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Ricardi, pelo seu comentário. Vasculhe o Blog pois tem muitas coisas bem interessantes, sinta-se como ele fosse seu, pois sem leitores de que adianta Blog ou página na Web.
    Um Abraço.

    ResponderExcluir