Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

quinta-feira, 7 de julho de 2011

CAULLE PUYEHUE-CORDÓN VOLTA A SOLTAR CINZAS E PREJUDICA VOOS PARA A ARGENTINA

Várias companhias aéreas adiaram hoje suas operações no aeroporto Jorge Newbery, em Buenos Aires, Ezeiza, nos arredores da capital da Argentina, pelas nuvens de cinzas vulcânicas a partir do cordão umbilical Caulle Puyehue. Conforme relatado pelos porta-vozes da LAN, Aerolineas Argentinas, os voos foram cancelados até segunda ordem.
O Gigante Puyehue, ainda não adormeceu.
As fontes disseram que as operações serão remarcadas de acordo com o descarte do risco de acidentes aéreos envolvendo a presença de cinzas vulcânicas na área. A mesma coisa aconteceu no Aeroporto Internacional de Ezeiza, 35 km de Buenos Aires, onde sete companhias aéreas adiaram a sua chegada e partida de serviços no país. Air France France disse que seus voos foram desviados de Buenos Aires para o Brasil, em São Paulo, até que as condições de segurança melhorem. Na madrugada de hoje, começaram a chegar em Buenos Aires, uma fina camada de nuvens de cinzas a partir do Caulle Puyehue-Cordón impulsionado pelos ventos. A propagação de cinzas afeta o tráfego aéreo na Argentina e países vizinhos desde início de junho, quando entrou na atividade maciça . O fenômeno causou perdas milionárias na agricultura e turismo nas províncias da Patagônia Argentina, onde as autoridades declararam uma emergência econômica nas áreas afetadas.

2 comentários:

  1. Que foto linda!!! Quem sabe um dia o homem descubra as razões de tantas manifestações da natureza.

    ResponderExcluir
  2. O ser humano é um bobo, se acha. Não é mais que um ser neste redemoinho que é o planeta. Não é, e nunca será superior a nada. Deveria sentir-se parte da coisa, e não ser a coisa da parte.

    ResponderExcluir