Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

sábado, 30 de abril de 2011

CONFORME A PREVISÃO DE DEZEMBRO DE 2010 O PANAMÁ SOFRE ABALO SÍSMICO

Mapa da Área do Terremoto
Um forte terremoto de magnitude 6,1 atingiu o Panamá na madrugada deste sábado, informou o Instituto Geofísico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês).
Epicentro do tremor ocorreu perto da fronteira com a Costa Rica. Não há informações sobre danos ou vítimas.
O epicentro do tremor, produzido às 3h19 (horário local), foi registrado a 179 km ao sul da cidade de David, próxima à fronteira com a Costa Rica.
DETALHE DO TERREMOTO
6.0
·         Sábado, 30 de abril, 2011 às 08:19:16 UTC
·         Sábado, 30 de abril, 2011 às 03:19:16 na epicentro
N ° 6,878, 82,287 ° W
9,9 km (6,2 milhas)
Sul do Panamá
178 km (110 milhas) S de David, Panamá
200 km (124 milhas) sudoeste de Santiago, Panamá
222 km (137 milhas) SSE de Pavones, Costa Rica
384 km (238 milhas) sudoeste de CIDADE DO PANAMÁ, Panamá
horizontal + / - 15,4 km (9,6 milhas), profundidade de + / - 2,7 km (1,7 milhas)
NST = 399, Nph = 406, Dmin = 369,6 km, Rmss = 1,33 seg, Gp = ° 58,
Do tipo M = momento telessísmicos magnitude (Mw), versão = A
·         USGS NEIC (WDCS-D)
usc00032mv
A Previsão deste Terremoto
Encomendado como parte de um projeto contínuo de expansão do canal, o estudo foi publicado na edição de dezembro de 2010 do Boletim da Sociedade Sismológica da América.
No estudo, os geólogos analisaram as falhas de Limon e Pedro Miguel e descobriram que ambas estão ativas e com uma taxa de recorrência relativamente curta para grandes sismos. No entanto, devemos observar que ‘relativamente curta’ significa centenas de anos em termos geológicos.
A falha de Pedro Miguel está situada entre duas das comportas do Canal do Panamá.
E rompeu pela última vez em 1621, resultando em um terremoto devastador que destruiu parcialmente Panamá Viejo.
“Aquele terremoto resultou em quase [três metros] de deslocamento onde a falha atravessa o canal”, afirmou Thomas Rockwell, um geólogo da Universidade Estadual de San Diego, à emissora de TV Canadian Broadcasting Corporation. “Outro terremoto desses hoje poderia ter efeitos devastadores."
Os geólogos também descobriram provas que ambas as falhas, Pedro Miguel e Limon, podem ter ocorrido na mesma época, por volta de 700 D.C., ocasionando um terremoto gigantesco.
Embora o objetivo do estudo fosse avaliar o risco para o canal, os pesquisadores estão mais preocupados com a ameaça que representa para a Cidade do Panamá.
“O risco da falha de Pedro Miguel é realmente de um terremoto e seus efeitos subsequentes. Uma vez que a Cidade do Panamá se encontra a poucos quilômetros do local, novas atividades nessa falha poderiam causar danos substanciais em estruturas que não foram concebidas para um tremor forte”, escreveram os pesquisadores.
Eles disseram ainda que o local onde a falha atravessa sob o canal é entre as comportas Pedro Miguel e Miraflores, e que “nenhuma das estruturas existentes no canal parece se sobrepor diretamente à falha.”
Isso pode evitar maiores danos ao canal.
O Panamá está no epicentro de uma colisão geológica milenar entre as Américas Central e do Sul. Uma vez separadas pelo mar, as massas de terra estão agora sendo empurradas lentamente em conjunto, resultando na dobra e falha do istmo.
O estudo estima que a parte ocidental do Panamá está convergindo com a Cidade do Panamá a uma taxa de cerca de 8 milímetros por ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário