Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

SENATED

SENATED
Senated - Seminário Nacional de Tecnologias na Educação - 100% ONLINE E GRATUITO de 22 a 28 de Outubro de 2017

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

NOVA RADIOTERAPIA QUE DESTRÓI APENAS CÉLULAS MALIGNAS



Cientistas japoneses começam em breve a realizar ensaios clínicos
Uma equipe de investigadores japoneses da Escola Médica de Osaka (Universidade de Kioto) desenvolveu uma tecnologia de radioterapia com nêutrons que destrói apenas as células malignas sem prejudicar os tecidos saudáveis. Os cientistas basearam esta técnica experimental na chamada captura neutrônica com boro, desenvolvida nos anos 40.
A nova "Terapia" ataca apenas as células malignas
A nova técnica consiste em utilizar um acelerador de partículas com três metros de largura em vez de um reator para criar nêutrons destinados à terapia.
Os investigadores aguardam autorização para realizar ensaios clínicos utilizando esta tecnologia em pacientes que sofreram uma recaída glioblastoma, o tumor cerebral mais agressivo que tem índices de sobrevivência muito baixos.
Nos pacientes participantes na experiência será injetado um composto químico com boro, elemento que se concentra preferencialmente nas células tumorais. A irradiação de nêutrons faz com que o boro emita uma forte radiação que destrói unicamente as células cancerígenas.
Em uma hora de tratamento, os pacientes recebem o dobro ou o triplo da radiação do que em seis semanas de terapia convencional.
Segundo o Ministério da Saúde japonês, em 2010 mais 350 mil pessoas morreram de câncer no país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário