Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

sexta-feira, 25 de março de 2011

Radioatividade da usina nuclear japonesa de Fukushima chega à Europa

Radioatividade da usina nuclear japonesa de Fukushima chega à Europa

VIENA - Peritos informaram nesta quarta-feira que pequenos índices de radiação, provenientes do vazamento em usina de Fukushima, no Japão, foram registrados na Islândia e a expectativa é que a radioatividade chegue na França e em outros países da Europa em breve.
Pequenas quantidades de iodo radiotivo foram detectadas na Islândia, mas o departamento de segurança radiotiva do país acalmou a população ao confirmar que a concentração de radioatividade é um milionésimo menor do que a que foi constatada em outros países europeus logo após o desastre de Chernobyl, em 1986. A iminência da chegada da radioatividade de Fukushima ao continente vem aterrorizando muitos europeus.
- A partir da mostra coletada, concluímos que não há razão para se preocupar com os níveis de radioatividade na Islândia, nem em qualquer lugar na Europa - explicou Sigurdur Emil Palsso, chefe do departamento de preparação para emergências.
Autoridades francesas afirmaram que uma quantidade muito baixa de contaminação deve atingir o país ainda nesta quarta-feira. O departamento federal alemão para proteção à radiotividade também tratou de acalmar seus cidadãos dizendo que a radiação chegará à Alemanha em níveis tão baixos, que não afetará nem os homens nem o meio ambiente.
O complexo nuclear de Fukushima foi danificado no último dia 11, quando um terremoto de 9 graus na escala Richter e uma tsunami devastaram o nordeste do Japão. Vazamentos na usina nuclear espalharam radiação pelo país, disseminando uma sensação de medo de contaminação. Doze dias depois do incidente, a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) divulgou nesta quarta-feira que a situação na usina japonesa ainda é grave.

Nota do Blog: O Japão será que investiu em  tecnologia para um possível desastre desta dimenssão? E nós brasileiros temos tecnologia para frear um vazamento nuclear? Sabemos que a energia nuclear e limpa e barata, pois não poluem o meio ambiente (em termos), mais devemos nos moblizar para que não se construa  mais usinas nucleares no Brasil. Energia limpa é ótimo. A vida humana vale mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário