Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

sexta-feira, 13 de maio de 2011

A ESPANHA É ATINGIDA POR 02 TERREMOTOS - SEGUE A FÚRIA DA NATUREZA

Como venho alertando em muitas postagens, a natureza continua implacável, não tem mais locais onde não ocorram tragédias. Agora foi a Espanha um país que não tem incidência de terremotos de grandes magnitudes.
Escombros após Terremoto na Espanha
Milhares de pessoas passaram a noite nas ruas na cidade espanhola de Lorca, atingida nesta quarta-feira por dois terremotos que deixaram ao menos oito mortos, enquanto as autoridades locais se preparam para avaliar os danos.
"Praticamente todas" as cerca de 20 mil casas do entorno urbano sofreram algum tipo de dano, disseram à Agência Efe fontes da Prefeitura, que convocou para esta quinta-feira uma reunião com arquitetos e engenheiros.
Os dois terremotos, de 4,4 e 5,1 graus de magnitude na escala Richter, deixaram pelo menos oito mortos, entre eles um menor de 14 anos e duas grávidas, assim como importantes danos materiais, tanto em casas como em edifícios históricos.
Milhares de moradores, muitos deles imigrantes, sobretudo equatorianos, norte-africanos e subsaarianos, passaram a noite na esplanada onde fica o mercado popular da cidade.
 Os sismos derrubaram parcial ou totalmente vários edifícios, enquanto muitos outros apresentam grandes danos à vista, como fendas nas fachadas e desabamento de telhados, janelas e portas.
A previsão é que centenas - ou até milhares - de pessoas tenham de voltar a dormir fora de suas casas nesta quinta-feira. Soldados da Unidade Militar de Emergências procedentes de Madri e Valência instalarão hoje três novos acampamentos em vários pontos da cidade.
Em um primeiro momento, os abrigos disponibilizados ontem acolheram cerca de oito mil pessoas, número que foi se reduzindo ao longo da noite.
Centenas de pessoas fizeram fila para pegar comida das equipes de emergência nesta quinta-feira na cidade espanhola de Lorca. Eles não podem voltar para as suas casas que foram bastante danificadas por um poderoso terremoto que matou oito pessoas.

O prefeito da cidade no sul do país, Francisco Jodar, disse aos repórteres que pelo menos um terço dos 90 mil moradores de Lorca tiveram que passar a noite fora de suas casas depois do terremoto na quarta-feira de 5.3 pontos de magnitude.
O número de mortos foi revisado para baixo depois que uma prévia apontou 10 óbitos.
Cena chocante após o Terremoto
"Nós passamos a noite ao ar livre, na praça. As equipes de emergência nos deram comida e cobertores. Não temos permissão para voltar ao nosso apartamento até que um engenheiro faça a análise do prédio", disse Edgar Rosales, 38, imigrante equatoriano.
Rosales disse que o terremoto derrubou comida das prateleiras da sua loja de alimentos latino-americana e atingiu as suas três filhas. "O mais importante é que estamos todos bem. E juntos", disse Rosales.
O Partido Socialista, de situação, e o Partido Popular, de centro-direita e na oposição, suspenderam eventos das campanhas para eleições locais e regionais na Espanha marcada para o dia 22 de maio. Pedaços de prédios e entulho encheram algumas ruas de Lorca, que nasceu no período Romano e tem também algumas estruturas medievais. Diversos carros foram esmagados pelo terremoto que aconteceu às 18h46 no horário local.
Uma força-tarefa militar com 200 soldados foi enviada à área para fornecer ajuda e isolar prédios perigosos. A parte da frente de uma igreja desabou horas depois do terremoto e outras edificações são consideradas instáveis.
Terremotos que causam grandes danos e deixam mortos são raros na Espanha, ainda que no sul do país haja falhas geográficas extensas. A natureza está mudada por razões puramente antrópicas.
Fonte: EFE

2 comentários:

  1. E onde está Deus que não vê, não ouve e não se manifesta diante deste inferno que a terra está vivendo? Eu até quero acreditar nele, mas não consigo. O povo é fanático em suas crendices e continuam cegos diante de tanta desgraça que estamos presenciando dia após dia. Acho que não há mesmo mais inocentes sobre a terra e somos merecedores da destruição geral. Não temos para onde correr.

    ResponderExcluir