Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

terça-feira, 24 de maio de 2011

PSEUDOFRUTOS


Cajú - Pseudofruto
Os pseudofrutos (falso fruto) são os frutos que não são considerados pelo conceito botânico de fruto. É a parte comestível da planta que não é formado pelo ovário, mas sim pelo pedúnculo floral. São alimentos vegetais suculentos que chamamos de fruto, mas que na verdade não o são, biologicamente falando, já que não são oriundos do ovário. Eles são classificados na biologia como pseudofrutos. A parte comestível do caju, marmelo, maçã, pera, morango, framboesa, amora, abacaxi e figo também são alguns exemplos:
Existem três tipos de pseudofrutos:
Pseudofrutos simples – se origina do receptáculo de uma única flor, com apenas um carpelo. Que através de uma inchação envolve o todo o fruto ou parte dele. Alguns exemplos deste fruto é a maça e o caju. 
Pseudofrutos múltiplos - se originam de vários carpelos de variadas flores. Formam-se a partir da inflorescência que dá origem a frutos variados. Desenvolvem-se agrupados por nascerem muito perto um do outro. Alguns exemplos deste fruto é o abacaxi e a amora e figo. 
Pseudofruto composto – se origina de diversos ovários de uma mesma flor, e desenvolvem diversos frutos. Quando é fecundado o receptáculo se dilata, passando ser polposo e carnudo. O morango é um exemplo deste fruto.
Pseudofruto Simples
Pseudofruto Simples
 Existem, ainda, partes suculentas que se desenvolveram a partir de:
- Uma flor que possui mais de um ovário, sendo classificada como frutos agregados (ou pseudofrutos agregados). O morango, desenvolvido a partir do receptáculo floral, é um pseudofruto desse tipo.
- Ovários de várias flores, reunidas em uma inflorescência, sendo classificadas como frutos (ou pseudofrutos) múltiplos, ou infrutescência. O abacaxi, desenvolvido a partir de ovários de várias flores, reunidas em uma inflorescência, é um fruto do tipo múltiplo.
Pseudofruto Composto
Pseudofruto Múltiplo
Observe a figura:
Detalhes de uma Maçã
Todos esses exemplos dados são, na verdade, pseudofrutos. Isso se explica pelo fato de que tais regiões, apesar de serem suculentas e possuírem reservas nutritivas (além de sabores magníficos), não são formadas a partir do ovário, mas de diferentes partes de uma ou mais flores.
O fruto do caju, por exemplo, é na verdade a estrutura que costumamos chamar de castanha. Já no morango, aqueles pontinhos pretos presentes em sua superfície, denominados frutículos, é que são seus verdadeiros frutos.
Pseudofrutos podem ser do tipo simples, quando são resultantes de modificações do pedúnculo ou receptáculo de uma única flor (maçã, marmelo, pera e caju); agregados ou compostos, quando oriundos do receptáculo de uma flor com vários ovários (morango e framboesa); ou múltiplos ou infrutescências, quando são consequência do desenvolvimento de ovários de várias flores de uma inflorescência que, em razão da proximidade, desenvolveram-se agrupados (abacaxi, amora e figo).
Partes do Morango - Pseudofruto
O fruto, na verdade, é o resultado do amadurecimento do ovário, garantindo a proteção e auxiliando a dispersão das sementes surgidas após a fecundação. Ocorre exclusivamente nas Angiospermas. Explicarei sobre o fruto, detalhadamete, futuramente.

11 comentários:

  1. Quão maravilhosos, nutritivos e benéficos são os pseudofrutos!!!

    Maria Elisa.

    ResponderExcluir
  2. foi um pedido dos alunos da turma de minha filha que tinham que fazer um trabalho. Preguiçosos.

    ResponderExcluir
  3. Mas isto fará com que eles fiquem curiosos e leiam a matéria. É uma grande contribuição para que interessem-se pelo assunto.

    ResponderExcluir
  4. Ficou bem explicado, rico em detalhes.

    ResponderExcluir
  5. muito bem explicado e de forma bem direta

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, os comentários me motivam a publicar.

    ResponderExcluir
  7. muito bom bem explicado me ajudou muito.obrigado

    ResponderExcluir
  8. gostei muito da explicaçao...!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. ficou muito bem explicado parabens...

    ResponderExcluir
  10. Gostei bastante ! Muito obrigada! Ótima forma de explicação!!

    ResponderExcluir