Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

terça-feira, 31 de maio de 2011

O CITOPLASMA E SEUS MOVIMENTOS - E O HISTÓRICO DO ESTUDO DA CÉLULA

É útil observar os movimentos dentro de uma célula. O próprio citoesqueleto, sempre se alterando, uma selva dinâmica de cordas e varas que estão sempre amarradas e separadas; os filamentos podem se agrupar e depois desaparecer em questão de minutos. Ao longo dessas trilhas e cabos, as organelas e vesículas aceleram para frente e para trás, correm de um lado para o outro do comprimento da célula numa fração de segundos. O retículo endoplasmático e as moléculas que preenchem cada espaço livre em agitação térmica – com proteínas não ligadas zunindo ao redor tão rapidamente, que, mesmo se movimentando ao acaso, elas visitam cada canto da célula em poucos segundos, colidindo constantemente como uma tempestade de poeira de moléculas orgânicas menores.
Citoplasma e seu conteúdo
É claro, que a natureza alvoroçada do interior da célula, nem os detalhes da estrutura da célula foram apreciados quando os cientistas olharam pela primeira vez através de um microscópio; só se passou a compreender sobre a estrutura celular gradativa e lentamente, algumas das descobertas-chaves (marcos históricos) estão listadas abaixo, bem como o resumo das diferenças entre células animais, vegetais e bacterianas.
CRONOLOGIA HISTÓRICA NO ESTUDO DA CÉLULA
1665 – Hooke utiliza um microscópio para descrição de pequenos poros em cortes de cortiça que batizou de células;
1674 – Leeuwenhoek descreve sua descoberta dos protozoários. Nove anos depois, ele viu bactérias pela primeira vez;
1833 – Brown publica as suas observações ao microscópio, de orquídeas, descrevendo claramente o núcleo da célula;
1838 – Schleiden e Schwann propõem a teoria celular, estabelecendo que a célula nucleada é o pilar universal de construção de tecidos vegetais e animas;
1857 – Kölliker descreve a mitocôndria em células musculares;
1879 – Flemming descreve com clareza o comportamento dos cromossomos durante a mitose em células animais;
1881 – Cajal e outros histologistas desenvolvem métodos de coloração que revelam a estrutura das células nervosas e a organização do tecido neural;
1898 – Golgi vê pela primeira vez, e descreve o Aparelho de Golgi, através da coloração com Nitrato de Prata (AgNO3);
1902 – Boveri associa cromossomos e hereditariedade pela observação do comportamento dos cromossomos durante a reprodução sexual;
1952 – Palade, Porter e Sjöstrand desenvolvem métodos de microscopia eletrônica que permitiram que várias estruturas intracelulares fossem visualizadas pela primeira vez. Em uma das aplicações dessas técnicas, Huxley mostra que o musculo contem arranjos de filamentos de proteínas – a evidência do citoesqueleto;
1957 – Robertson descreve a estrutura de bicamada da membrana celular, vista pela primeira vez ao microscópio eletrônico;
1960 – Kendrew descreve detalhadamente a primeira estrutura protéica (mioglobina de espermatozoide de baleia) a uma resolução de 0,2 nm utilizando cristalografia por raios-X. Perutz propõe uma estrutura para a hemoglobina a uma resolução menor;
1968 – Petran e colaboradores constroem o primeiro microscópio confocal;
1974 – Lazarides e Weber desenvolvem o uso de anticorpos fluorescentes para corar o citoesqueleto;
1994 – Chalfie e colaboradores introduzem a proteína verde fluorescente (GFP) como um marcador na microscopia.
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DAS CÉLULAS ANIMAIS, VEGETAIS E BACTERIANAS
Características das células
Fonte: Fundamentos da Biologia Celular – Alberts, Bray, Hopkin, Johnson, Lewis, Roberts e Walter – 2006.

Nenhum comentário:

Postar um comentário