Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Transtornos Psicológicos – Sintomas Neuróticos de Ansiedade


Os sintomas neuróticos de ansiedade incluem sintomas físicos e psíquicos.
Quando falamos em sintomas psíquicos, correspondem a formas de tensão, apreensão, medo e preocupação que acometem o indivíduo.
Desta forma, a pessoa com esse distúrbio se sente inquieta, com dificuldade de concentração, se irrita muito fácil, sente-se fadigado, mal humorado, como se estivesse prestes a enfrentar uma catástrofe.
Esse transtorno psicológico deixa a pessoa em estado de alerta o tempo todo, apresenta transtornos do sono, não consegue dormir, diz que as preocupações ficam “girando” o tempo todo em sua cabeça.
Estes sintomas podem evoluir para uma crise de angústia ou de pânico de curta duração ou de maior intensidade.
Como sintomas físicos aparecem vertigens, tonturas, náuseas, aperto (nó) na garganta, peso na cabeça, respiração ofegante, palpitações cardíacas, alterações de pressão, dispnéia, suor, tremores pelo corpo, expressão de terror no rosto, complicações gástricas, etc.
Os sintomas neuróticos de ansiedade geralmente se desenvolvem em pessoas portadoras de caráter ansioso, ou seja, pessoas que encaram a vida com apreensão, socialmente inseguras, pessimistas e negativistas.
Situações vivenciais, perdas significativas, problemas conjugais, crises financeiras e outros conflitos mais sérios, ou ainda, doenças físicas, podem precipitar nestas pessoas um quadro clínico de ansiedade, embora em alguns casos, os sintomas apareçam sem que nenhum fator significativo possa ser evidenciado.
A psicoterapia é um dos tratamentos indicados para a ansiedade e em casos mais graves é necessário remédios psiquiátricos. Técnicas de relaxamento e de respiração são estratégias úteis para auxilio e controle das crises de ansiedade.

2 comentários:

  1. É verdade. Acho que a maioria da sociedade está transtornada com tantos fatos negativos e destruidores que talvez gere neuróses. Todos temos fraquesas e por vezes podemos ter atitudes desagradáveis e esses sintomas também podem manifestar sem que isto represente uma psicopatia. É preciso sabedoria para identificar.

    ResponderExcluir
  2. Todas as pessoas se sentem tristes em algum momento da vida. Eventos adversos como perda de um emprego, separação, morte de uma pessoa próxima, mudanças que não são bem-vindas, entre outros, podem causar muita tristeza. Entretanto, mesmo tristes, essas pessoas conseguem executar as tarefas, mantendo algum bom humor e esperança, até que um dia superam esse sentimento. Não se pode é se escorar em medicamentos, pois estes são paliativos, não levam à cura dos transtornos.

    ResponderExcluir