Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

SENATED

SENATED
Senated - Seminário Nacional de Tecnologias na Educação - 100% ONLINE E GRATUITO de 22 a 28 de Outubro de 2017

sexta-feira, 25 de maio de 2012

A ORIGEM DA ÁGUA NA TERRA

A origem exata da água do nosso planeta, que abrange cerca de 70 por cento da superfície da Terra, ainda é um mistério para os cientistas. Muitos pesquisadores acham que, em vez da água, ter sido formada, ao mesmo tempo como a Terra, os objetos do sistema solar exterior teriam trazidos a água para a Terra em colisões violentas logo após sua formação.
O mais possível é que, há aproximadamente 4 bilhões de anos, em um período chamado de “intenso bombardeio tardio”, objetos celestes preenchidos com água na forma de cristais de gelo tenham atingido a Terra, gerando os gigantes reservatórios de água do planeta.
Crédito: Lars Jensen | umich.edu
Então, quais foram os objetos que trouxeram a água?
Durante muito tempo, os astrônomos pensaram que os cometas - pedaços de gelo e rocha com caudas e evaporação do gelo e com órbitas longas, girando em torno do Sol - eram o provável culpado. No entanto, as medições remotas da água evaporada de vários, grandes, cometas existentes (Halley, Hyakutake, e Hale-Bopp) revelou que a sua água, gelada, presente neles tem um tipo diferente de H20 (contendo um isótopo mais pesado do hidrogênio) que o da Terra, sugerindo que desses cometas não poderiam ser a fonte de nossa água.
Como os cometas grandes que nos atingiram foram descartados, os astrônomos começaram a se perguntar se pistas para o nosso passado com a água poderia  estar no cinturão de asteróides. Esta região de centenas de milhares de asteróides que orbitam entre os planetas interiores e exteriores foi desacreditada pelos astrônomos por estarem demasiado perto do sol para trazer a água nosso planeta, mas os astrônomos descobriram recentemente a primeira evidência de gelo no asteróide 24 Themis.
Sondas enviadas para explorar esses asteroides nos próximos anos, como a nave espacial Dawn, da NASA, poderão revelar mais sobre a presença de gelo no local e nos ajudar a entender como surgiu a água na Terra.
 Outros corpos planetários, no entanto, como as luas de Júpiter e cometas, foram longe o suficiente do Sol para manter o gelo.
Esta descoberta e outras de gelo em asteróides sugerem que pode haver muito mais gelo no cinturão de asteróides do que se pensava inicialmente e fornecer uma outra possibilidade para a origem da água dos oceanos. Sondas enviadas para explorar asteróides, como a nave espacial DAWN, nos próximos anos irá revelar mais sobre seu misterioso gelo, e potencialmente nos ajudar a entender os primórdios da água da Terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário