Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

SENATED

SENATED
Senated - Seminário Nacional de Tecnologias na Educação - 100% ONLINE E GRATUITO de 22 a 28 de Outubro de 2017

sábado, 3 de dezembro de 2011

MARCHA EM DURBAM PARA PEDIR “JUSTIÇA CLIMÁTICA”

Milhares de pessoas desfilaram neste sábado pelas ruas de Durban cantando consignas como "Amandla" (Justiça), o grito em zulu clássico dos opositores ao apartheid, clamando por "uma justiça climática".
Os manifestantes, com bandeirolas com inscrições "Parem de destruir nossa Terra" ou "Justiça", e ao som de tambores e cantos, se dirigiram para o centro de conferências onde se realiza até o próximo dia 9 a reunião da ONU consagrada ao clima.
"Queremos que deixem de publicar seu textos chatos e se mostrem tão vivazes quanto esta passeata", explicou Leo Saldanha, um militante indiano.
Organizada por um grupo ao qual pertencem ONGs de ecologistas, movimentos sociais, agrícolas, políticos e sindicatos, a manifestação foi acompanhada pelas forças de ordem e blindados da polícia.
"Queremos uma justiça climática, não um apartheid climático", explicou Lubna Nadvi, porta-voz do grupo
Os manifestantes exibiam bandeirolas com inscrições
"Parem de destruir nossa Terra" ou "Justiça"
ao som de tambores

2 comentários:

  1. Desejo muita força à esse bravos manifestantes! Eles estão de fato e de verdade tomando atitude à favor da vida no planeta agonizante. Que sirvam de exemplo à todos nós habitantes e que nos comovam a ponto de fazermos o mesmo. Com o povo unido não há quem possa.

    ResponderExcluir
  2. É preciso mobilização em massa para conseguir mudar a cabeça dos nossos governantes.

    ResponderExcluir