Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

SENATED

SENATED
Senated - Seminário Nacional de Tecnologias na Educação - 100% ONLINE E GRATUITO de 22 a 28 de Outubro de 2017

domingo, 6 de novembro de 2011

As chuvas também não dão trégua na Tailândia, já são mais de 500 mortos

O total de mortos na Tailândia em decorrência das inundações que atingem o país subiu para 506, segundo informações do governo, enquanto a água suja continua entrando na área norte da capital Bangcoc. Três meses de intensas chuvas provocaram a pior inundação na Tailândia em meio século, prejudicando boa parte do país desde julho. Em algumas províncias ao norte de Bangcoc as águas começaram a baixar, mas elas continuam subindo em torno da capital, que fica no caminho natural do fluxo de água até o Golfo da Tailândia.
Mais de 500 pessoas morreram e muitas estão desaparecidas
Até agora as autoridades ordenaram a saída de pessoas de oito dos 50 distritos de Bangcoc e sete outros estão muito ou parcialmente inundados. Ontem as águas começaram a entrar na maior zona de comércio aberta da capital, o famoso mercado de fim de semana Chatuchak, uma atração turística.
A situação é de caos total
O primeiro-ministro do país, Yingluck Shinawatra, afirmou ontem em uma transmissão por rádio que um plano que será apresentado ao gabinete na terça-feira pretende separar 100 bilhões de bahts (US$ 3,3 bilhões) para reconstruir os locais afetados pelas inundações. "Eu admito que essa tarefa é realmente exaustiva, mas não vou desistir. Só preciso que o público entenda", declarou.
Autoridades afirmam estar confiantes de que o Aeroporto Suvarnabhumi, a única porta aérea do país para o exterior, permanecerá livre das águas. O segundo aeroporto de Bangcoc, usado para voos domésticos, já está inundado e segue fechado. As informações são da Associated Press.

Nenhum comentário:

Postar um comentário