Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

SENATED

SENATED
Senated - Seminário Nacional de Tecnologias na Educação - 100% ONLINE E GRATUITO de 22 a 28 de Outubro de 2017

sábado, 29 de outubro de 2011

TERREMOTO SACODE SUL DO PERU E DEIXA 15 FERIDOS

Um terremoto de magnitude 6,9 abalou nesta sexta-feira o sul do Peru e deixou 15 feridos, nenhum com gravidade, após o desmoronamento de ao menos duas casas em estado precário. O sismo, no entanto, não afetou as operações dos setores de mineração e petróleo, vitais para a economia do país.
O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) afirmou que o epicentro foi localizado a 50 quilômetros da cidade costeira de Ica, cerca de 300 quilômetros ao sul de Lima.
De acordo com boletins da rádio local, o terremoto causou a queda da energia elétrica em algumas partes de Ica e também problemas nas comunicações da telefonia celular.
Uma funcionária do Hospital Regional de Ica disse que 11 feridos deram entrada, entre eles duas crianças, alguns com fraturas e outros por contusões, depois que duas casas desmoronaram em um bairro pobre da região.
Em outro hospital próximo, outras quatro pessoas apresentaram ferimentos leves, afirmou o médico Héctor Montalvo à rádio RPP.
Um morador da estância costeira de San Andrés, em Ica, contou que o mar tinha recuado alguns metros naquela região. As autoridades não emitiram um alerta de tsunami imediatamente.
"Há pequenas alterações no mar, contudo a Direção de Hidrografia e Navegação não registra alerta de tsunami", disse o chefe do Instituto de Defesa Civil, Alfredo Murgueytio.
O Peru sofreu em 2007 um forte terremoto de magnitude 7,9 na cidade costeira de Pisco, vizinha de Ica, que deixou mais de 500 mortos e milhares de casas danificadas ou destruídas.
O USGS afirmou que o terremoto teve uma profundidade de 23,9 quilômetros em Ica, sendo sentido fortemente na superfície da costa peruana.
O terremoto não afetou as operações de petróleo ou de mineração, fundamentais para a economia do país sul-americano.
Um porta-voz da mineradora Southern Copper, uma das maiores minas de cobre do mundo, disse à Reuters que suas operações no Peru estavam "normais".
A empresa de mineração, controlada pelo Grupo México, opera no sul do Peru as minas Toquepala e Cuajone e a refinaria de Ilo, longe do epicentro do terremoto.
A mineradora Shougang Hierro Peru, uma subsidiária da chinesa Shougang, disse que nenhum dano foi registrado em sua mina perto do epicentro.
"Não há nenhum dano nas operações e instalações", disse à Reuters o gerente-geral da Shougang Hierro Peru, Raúl Vera.
Enquanto isso, a Petrobras e a Vale informaram no Brasil que não haviam recebido até o momento nenhuma informação indicando que suas operações haviam sido afetadas pelo movimento sísmico.
Fonte: Reuters (Reportagem de Marco Aquino, Patricia Velez, Cespedes Teresa, Scollo Ursula, Caroline Stauffer e Wade Terry).
Entenda como os terremotos se formam
Os terremotos são formados a partir de fortes deslocamentos de placas gigantescas debaixo da terra. Quando isso ocorre, a energia que estava acumulada no local é liberada sob forma de ondas elásticas. Elas se espalham em todas as direções, fazendo a terra tremer.

Cerca de 90% dos tremores ocorrem ao longo das linhas de colisão entre as placas tectônicas, que passam por vários países.

A linha de colisão entre as placas dos oceanos Atlântico e Pacífico percorre toda a costa oeste das Américas do Norte, Central e Sul.

Portanto, os países que ficam ao longo dessas falhas, como Estados Unidos, México, Guatemala, Nicarágua, El Salvador, Peru e Chile, têm recebido ao longo dos anos os mais devastadores terremotos de que se tem registro no continente americano.

Brasil, Argentina, Uruguai e a costa leste dos EUA dificilmente têm terremotos justamente porque estão localizados no meio da placa do Atlântico, cuja borda leste está enterrada no meio do oceano.
Epicento do Terremoto de acordo com a USGS
 Detalhes do terremoto
6,9
·         Sexta-feira, 28 de outubro, 2011 às 23:46:03 UTC
·         Sexta-feira, 28 de outubro, 2011 às 18:46:03 na epicentro
14,528 ° S, 75,927 ° W
19,7 km (12,2 milhas)
Perto da costa central do Peru
55 km (34 milhas) SSW de Ica, Peru
121 km (75 milhas) S de Chincha Alta, Peru
km 194 (120 milhas) W de Puquio, Peru
298 km (185 milhas) de SSE LIMA, Peru
horizontal + / - 17,7 km (11,0 milhas); profundidade + / - 4,1 km (2,5 milhas)
NST = 348, Nph = 350, Dmin = 846 km, Rmss = 0,86 seg, Gp = 68 °, 
M-type = magnitude onda do corpo (Mb), Versão = 9
·         Magnitude: USGS NEIC (WDCS-D) Localização: USGS NEIC (WDCS-D)
usb0006g0p

Nenhum comentário:

Postar um comentário