Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

BACTÉRIA ENCONTRADA NA ILHA DE PÁSCOA REVERTE EFEITOS DO ENVELHECIMENTO


Uma equipe de investigadores da Universidade de Harvard admite ter encontrado, na Ilha de Páscoa (Chile), o elixir da eterna juventude, segundo um artigo publicado na revista «Science Translational Medicine». A descoberta aconteceu por acaso, enquanto desenvolviam um fármaco para diminuir a possibilidade de rejeição de órgãos transplantados.
O composto desenvolvido foi criado a partir da bactéria Streptomyces hygroscopicus, descoberta no local, e que parece eficaz para reverter os danos provocados pelo envelhecimento no DNA.
Segundo os investigadores, o novo fármaco poderá ser extremamente eficaz no tratamento da Síndrome de Hutchinson-Gilford (envelhecimento precoce), uma forma de progeria que se traduz por um envelhecimento prematuro com graves efeitos no organismo dos doentes.
A bactéria S. hygroscopicus encontrada na Ilha de Páscoa.
Os cientistas acreditam ainda que o composto criado – a rapamicina, nome dado em homenagem ao nome polinésio do arquipélago: Rapa Nui – poderá servir para desenvolver o elixir da juventude, com a capacidade de anular os primeiros sintomas do envelhecimento.
Os efeitos da rapamicina (nome dado ao medicamento em homenagem aos antigos habitantes da Ilha) já foram testados em células epiteliais de crianças que sofrem de Hutchinson-Gilford e o composto conseguiu suprimir a proteína danificada, responsável pela doença e reverter os seus efeitos nocivos. As células tratadas viveram durante mais tempo do que o normal informou a equipe.
Ilha de Páscoa - Chile
No artigo, o grupo de trabalho refere ainda que o composto parece devolver ao organismo a força necessária para continuar a cumprir todas as suas funções, aumentando a duração das células e dos órgãos. Apesar de ser um avanço muito prometedor, ainda carece de mais estudos para que a rapamicina seja desenvolvida de forma específica e segura.

2 comentários:

  1. Isso é muito importante. Espero que avancem e avancem muito, e que todos nós sejamos beneficiados com esta preciosidade, antes que seja tarde pra mim. rsrsrsrsr

    ResponderExcluir
  2. Na verdade esta bactéria é eficaz para tratamento da Síndrome de Hutchinson-Gilford, que afetam crianças. Quem sabe nós adultos também poderemos nos beneficiar com alguma coisa que venha a ser descoberta, para ganhar mais uns anos de vida, com qualidade.

    ResponderExcluir