Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

CIENTISTAS DESCOBREM COMO O ÓVULO CAPTA O ESPERMA


Estudo pode explicar causas de infertilidade e determinar novos contraceptivos
Os açúcares SLeX tornam o revestimento exterior do óvulo 'pegajoso'
Cientistas da Universidade de Missouri, da Universidade de Hong Kong, da Academia Sinica em Taiwan e do Imperial College de Londres, descobriram exatamente como um óvulo humano capta um espermatozoide para iniciar o processo de fertilização, revela um novo estudo publicado na revista Science.
A investigação identificou a molécula de açúcar que torna o revestimento exterior do óvulo 'pegajoso', algo vital para permitir que o esperma e o óvulo se unam. Com esta descoberta, os cientistas acreditam que se poderá vir a resolver algumas das causas previamente inexplicadas de infertilidade humana. Também poderá fornecer um novo alvo para o desenvolvimento de agentes naturais de contracepção.
A equipe internacional descobriu que a cadeia de açúcar conhecida como a sequência sialil-lewis-x (SLeX) é abundante na superfície do óvulo humano. Depois de realizarem experiências com uma variedade de açúcares sintetizados no laboratório, os investigadores demonstraram que a SLeX liga especificamente o esperma a um óvulo e testaram a descoberta através do revestimento exterior de óvulos humanos ‘não-vivos’ e não fertilizados.
“Esta investigação fornece as primeiras pistas dos eventos moleculares que ocorrem no início da vida humana. Os detalhes que descobrimos preenchem uma grande lacuna no nosso conhecimento da fertilidade e esperamos que ajude muitas das pessoas que atualmente não conseguem engravidar”, afirmou Anne Dell, do Departamento de Ciências da Vida do Imperial College de Londres.
“Esclarecer a composição da camada de açúcar que envolve o óvulo humano é o culminar de muitos anos de pesquisa empenhada pelos colegas de espectrometria de massa do Imperial College de Londres. Este esforço foi uma tarefa difícil, pois os óvulos humanos são muito pequenos e não tínhamos muito material para trabalhar”, acrescentou a líder da equipe que descobriu os açúcares SLeX na superfície do ovo.
Agentes de contracepção
O autor principal do estudo, Poh-Choo Pang, também do Departamento de Ciências da Vida do Imperial College de Londres, referiu: “Esperamos que nosso estudo abra novas possibilidades para a compreensão e resolução dos problemas de fertilidade que muitos casais enfrentam. Embora os tratamentos clínicos sejam ainda uma alternativa, estamos muito animados com a nova investigação em fertilidade que esperamos que agora seja possível com base no nosso trabalho”.
“Definindo como os espermatozoides inicialmente reconhecem e, em seguida, penetram o revestimento de açúcar do óvulo é importante para a criação de agentes naturais de contracepção e para desvendar as causas da infertilidade humana previamente inexplicáveis ”, referiu o professor associado Gary Clark, da Universidade de Missouri.
Os investigadores estão agora interessados em utilizar os resultados deste estudo para investigar as proteínas na cabeça de um espermatozoide que lhe permitem reconhecer um óvulo.
Nota: Quem não quiser ter filhos, antes do ato sexual, pingue algumas gotas de adoçante, na cavidade genital (aquela coisa que as meninas do BBB mostram na Playboy) da parceira e engane o bichinho, para que ele não vá ao óvulo. Rsrsrsrsrsrs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário