Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

VACINA CURA CÂNCER DE PRÓSTATA EM RATOS


Fármaco encoraja o sistema imunológico a  se livrar do tumor
Uma equipe de investigadores norte-americanos e britânicos – da Mayo Clinic, Cancer Research UK Clinical Centre no Hospital St. James e o Leeds Institute of Molecular Medicine – conseguiu bons resultados com um novo fármaco para o tratamento do câncer. O grupo de trabalho criou uma vacina baseada em DNA humano, que curou, em laboratório, tumores em estado avançado na próstata de ratos, sem causar efeitos colaterais aparentes.
Vacina curou, em laboratório, tumores de ratos.
O composto “encoraja o sistema imunológico a livrar-se do tumor” sem a necessidade de recorrer à quimioterapia, segundo avança o artigo publicado na «Nature Medicine». Os resultados da equipe norte-americana liderada por Richard Vile, da Mayo Clinic, foram tão significativos que os testes clínicos para desenvolver uma vacina comercial podem começar em dois anos. O tratamento mostrou ser bastante eficiente para tumores da próstata e melanomas, e tem ainda o potencial para tratar tumores mais agressivos no pulmão, cérebro e pâncreas.
O segredo do tratamento é fazer com que as células T, do sistema imunológico, atacassem apenas células cancerígenas da próstata, deixando o tecido saudável intacto. Para isso, os investigadores juntaram pedaços do código genético da próstata humana saudável e a um DNA complementar de uma biblioteca (cDNA). O uso dessa informação genética complementar é a chave de todos os tratamentos que visam provocar uma reação de defesa do próprio organismo.
Todas as infecções, alergias e tecidos, incluindo os cancerígenos, possuem uma “impressão digital” única; no entanto, o corpo nem sempre consegue detectar todos os sinais emitidos pelos tumores – e a vacina serve para “alertá-lo e informá-lo”. Os excertos de cDNA foram inseridos em vírus desativados, que serviram como vectores para que o material fosse injetado nos ratos.
Dentro do corpo do animal, o vírus geneticamente modificado expressava o mesmo antígeno (partícula ou molécula capaz de iniciar uma resposta imune) ao câncer. levando o sistema imunológico a pensar que está sendo atacado pelo vírus e fazer com que este tente eliminar produzindo uma resposta contra aquele antígeno.

2 comentários:

  1. Ótimo! Mas seria bem melhor que as pessoas pesquisassem sobre câncer em geral e evitassem os causadores, não somente de câncer, mas de todas as doenças que vêm atacando assustadoramente. Há vasta informação sobre os causadores de tantas doenças nos seres humanos. As próprias indústrias gananciosas são causadoras destes malefícios, sejam elas alimentícias, farmacêuticas e outros segmentos também. Pensam apenas em lucros e ignoram os malefícios que causam à população.

    ResponderExcluir
  2. Verdade, o câncer é uma mutação genética da celula, que ao sofrer esta mutação vai se replicando (aumentando, esta mutação na maioria das vezes é proveniente de alguma substância ingerida ou entro em contato por outras vias, por nós ou por nossos progenitores. Então eu fico torcendo que descubram alguma coisa para diminuir o índice, pois a cura total acho impossível.

    ResponderExcluir