Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

SENATED

SENATED
Senated - Seminário Nacional de Tecnologias na Educação - 100% ONLINE E GRATUITO de 22 a 28 de Outubro de 2017

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

PELO DIREITO DE NÃO TER RELIGIÃO

Preconceito Não!!!!

Nós os Ateus precisamos de uma razão mais sutil para pregar aos já convertidos é a necessidade de conscientização. Quando as feministas nos conscientizaram sobre os pronomes sexistas, elas estariam pregando só aos já convertidos no que se referia a questões mais significativas dos direitos das mulheres e dos males da discriminação.  Mas aquele coro decente e liberal ainda precisava ser conscientizado sobre  a  linguagem  do  dia-a-dia.  Por mais atualizados que estivéssemos nas questões políticas relativas aos direitos e à discriminação, ainda assim dotávamos inconscientemente convenções que faziam metade da raça humana sentir-se excluída.
Há outras convenções linguísticas que precisam seguir o mesmo caminho dos pronomes sexistas, e o coro ateísta não é exceção. Todos nós precisamos ser conscientizados. Tanto ateus como teístas observam inconscientemente a convenção da sociedade... de que devemos ser especialmente polidos e respeitadores em relação à fé. E nunca me canso de chamar a atenção para a aceitação tácita, por parte da sociedade, da rotulação de crianças pequenas com as opiniões religiosas de seus pais. Os ateus precisam se conscientizar da anomalia: a opinião religiosa é o tipo de opinião dos pais que — por consenso quase universal — pode ser colada em crianças que, na verdade, são pequenas demais para saber qual é sua opinião. Não existe criança  cristã:  só filhos  de pais cristãos. 
Devemos usar todas as oportunidades para marcar essa posição.

4 comentários:

  1. É quase uma obrigação ter religião. Ninguém tolera a opção de não encontrar motivos para crer em alguma divindade que supostamente existe, mas muito longe ou impossível de ser provado. O direito de não ter religião sempre foi um perigo para ateus, agnósticos e céticos. Concluí e estou certa de que ninguém tem o direito de ser livre e livre arbítrio não passa de uma fraude. A humanidade cronicamente cega julga as pessoas pela conduta religiosa, recusando-se a enxergar tantas tragédias provocadas pela religiosidade.

    ResponderExcluir
  2. Em nome de deus, já fizeram tantas atrocidades. Eu não preciso de religião, acho até um mal necessário, para as pessoas que não tem nada na cabeça.

    ResponderExcluir
  3. Temos que ser imparciais e independentes tanto da religião quanto da ciência, pois ambos podem cair no fanatismo.

    ResponderExcluir
  4. Aqui não tem fanático, tem ateu.

    ResponderExcluir