Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

EAD

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

CENTENAS MORREM DIARIAMENTE DE FOME NA SOMÁLIA


A fome se espalhou para seis das oito regiões no sul da Somália, e 750 mil pessoas enfrentam iminente estado de fome, disse a Organização das Nações Unidas nesta segunda-feira, enquanto centenas de pessoas estão morrendo diariamente apesar do aumento na ajuda humanitária.
"Toda a região de Bay foi declarada uma área em estado de fome", disse Mark Boden, coordenador de ajuda humanitária da ONU para a Somália.
Bay é a sexta região na Somália a escorregar à condição de fome desde a declaração inicial das Nações Unidas sobre a crise no país, em julho. A Somália, assolada pela guerra, tem mais de 4 milhões de pessoas, o equivalente a 53 por cento da população, incapacitadas de cumprir com suas necessidades alimentares.
Centenas de pessoas estão morrendo diariamente e ao menos metade são crianças, disse Grainne Moloney, da ONU, acrescentando que esperava que o restante das regiões no sul da Somália escorregaria ao estado de fome até o final deste ano.
As agências de ajuda humanitária só conseguiram entregar alimentos para 1 milhão daqueles em necessidade porque o grupo rebelde Al Shabaab, filiado à al Qaeda e que controla grande parte da região sul do país, não permitiu a entrada das entregas de alimentos.
"O índice de subnutrição (entre crianças) na região de Bay é de 58 por cento. Esse é um índice recorde de subnutrição aguda", disse Moloney, analista chefe da Unidade de Análise em Segurança Alimentar e Nutrição da ONU.
A fome existe onde ao menos 20 por cento das famílias não têm acesso a alimentos suficientes, mais de 30 por cento estão com subnutrição aguda e duas pessoas em cada 10 mil morrem diariamente, segundo dados da ONU.
O Chifre da África tem sofrido a pior seca em décadas, que afetou partes do Quênia, Etiópia, Djibouti e até a Uganda.
Membros nsurgentesda à Al Qaeda ligados a Al Shabaab, distribuir alívio para as pessoas atingidas pela fome -  que foram deslocadas internamente na Ala acampamento de Yaasir no Km50 fora da capital da Somália Mogadíscio  em 03 de setembro de 2011. REUTERS
 O Mundo não pode se calare omitir-se perante as desgraças que se abatem sobre nossos semelhantes.
VAMOS AJUDAR
- A Unicef em Portugal (www.unicef.pt) está recolhendo fundos, os donativos podem ser feitos no site ou nas caixas multibanco. Selecciona-se “Transferências”, depois “Ser solidário” e finalmente “Unicef”. Para efeitos fiscais, escolhe-se depois a opção “Fatura” e introduz-se o número de contribuinte.
Também podem ser enviados cheques para a morada Comité Português para a UNICEF, Av. António Augusto de Aguiar, 21 - 3º Esquerdo 1069-115 Lisboa.
Também é possível contribuir por telefone, através do número 760 501 501, chamada de valor acrescentado que custa 60 cêntimos. Ou fazer depósitos para a conta no banco Millenium BCP (NIB 0033 0000 5013 1901 2290 5)
- O Comité Internacional da Cruz Vermelha também tem uma página na Internet dedicada à Somália onde se podem efetuar donativos (http://www.icrc.org/eng/where-we-work/africa/somalia/index.jsp)
- O Alto Comissariado das Nações Unidas para os refugiados lançou, também na Internet, uma campanha para ajudar a Somália, à qual se pode aceder em http://www.unhcr.org/emergency/somalia/
- O Programa Alimentar Mundial está a efectuar recolha de donativos para ajudar as vítimas da seca no Corno de África em http://www.wfp.org/crisis/horn-of-africa
- A Oxfam (http://www.oxfam.org/eastafrica ) também está a aceitar donativos para as vítimas da fome.
- A Care lançou a sua campanha na página http://www.care.org/index.asp
- Os Médicos sem Fronteiras recolhem também donativos em  https://www.doctorswithoutborders.org/donate/

Conheça algumas das formas de ajudar a Somália a combater a fome. E participe divulgando a hashtag #ajudeasomalia no Twitter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário