Esta foto foi escolhida pela BBC 28 de setembro, 2012 como uma das 20 mais bonitas

Sejamos proativos nas questões relacionadas às mudanças climáticas, pois não seremos poupados de seus efeitos devastadores a curto e longo prazo.
gmsnat@yahoo.com.br
Um Blog diferente. Para pessoas diferentes!

Grato por apreciar o Blog.
Comentários relevantes e corteses são incentivados. Dúvidas, críticas construtivas e até mesmo debates também são bem-vindos. Comentários que caracterizem ataques pessoais, insultos, ofensivos, spam ou inadequados ao tema do post serão editados ou apagados.

SENATED

SENATED
Senated - Seminário Nacional de Tecnologias na Educação - 100% ONLINE E GRATUITO de 22 a 28 de Outubro de 2017

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

MEDICAMENTOS BASEADOS EM CANNABIS PODEM ALIVIAR A DOR SEM EFEITOS PSICÓTICOS


Boa notícia para o campo da saúde: uma nova pesquisa que estudou os efeitos do principal componente da cannabis pode abrir caminho para a utilização de drogas como a maconha, que proporcionam alívio da dor, sem causar efeitos colaterais indesejados.
A cannabis é considerada um analgésico, que ameniza a dor no câncer, por exemplo, mas pode produzir efeitos colaterais desagradáveis, como alucinações e mobilidade reduzida.
Agora, uma nova pesquisa revelou que o tetrahidrocanabinol (THC), o componente ativo da planta, se liga a diferentes alvos moleculares para produzir tanto o efeito de alívio da dor quanto os efeitos que deixam as pessoas “chapadas”.
A cannabis
As pessoas ficam “chapadas” quando o THC se liga a uma âncora molecular nas células chamadas receptores canabinóides do tipo 1 (CB1). O estudo descobriu que o THC alivia a dor através da ligação com receptores de glicina (um composto de sinalização do cérebro), aumentando sua atividade.
Através de experimentos em ratos, os pesquisadores notaram que quando o receptor de glicina está ausente, ou quando sua atividade é bloqueada por outra droga, os animais apresentam dor mesmo quando tomam o THC, o que indica que os dois efeitos da droga (psicotrópicos e de alívio de dor) podem ser separados.
A descoberta pode por um fim na polêmica do uso medicinal da maconha. A separação há muito procurada dos efeitos intoxicantes do THC e seus efeitos médicos desejados pode tornar o composto um aliado da medicina.
Também podem existir outras maneiras de medicamentos à base de cannabis serem capazes de proporcionar alívio da dor sem efeitos colaterais. No ano passado, uma empresa lançou na Europa um medicamento à base de cannabis chamado Sativex, para atenuar os espasmos musculares dolorosos em pacientes com esclerose múltipla.
Até agora, não houve efeitos psicóticos persistentes com o uso do produto, em parte porque ele é liberado no corpo 20 a 40 vezes mais lentamente do que o THC é liberado quando a maconha é fumada.
O medicamento contém canabidiol (CBD), um componente da maconha que deve “amenizar” as reações psicóticas do THC. O Sativex está sendo testado nos EUA, para combater a dor em pacientes com câncer, e tem funcionado também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário